20 de julho de 2019

Culinária

Salada de lentilhas

Esta é uma receita preparada pela chef Morena Leite, dos restaurantes Capim Santo e Santinho, em São Paulo; leva muitos temperos e o toque diferente fica por conta das cebolas caramelizada

Culinária 10/02/2019 - Repórter: Sônia Machiavelli
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
Esta é uma receita preparada pela chef Morena Leite, dos restaurantes Capim Santo e Santinho, em São Paulo; leva muitos temperos e o toque diferente fica por conta das cebolas caramelizadas
porção: 10
dificuldade: fácil
preço: econômico
 
ingredientes
 250 gramas de  lentilha rosa
 250 gramas de lentilhas puy
 250 gramas de cebolas roxas 
 50 gramas de açúcar refinado
 100 ml de aceto balsâmico
 2 pimentas dedo-de-moça
 1 colher (chá ) de gengibre picadinho
 1 limão taiti (raspas e suco)
 1 limão siciliano (raspas e suco)
 1 limão-cravo (raspas e suco)
 1 colher (chá) de folhinhas de tomilho
 1 colher (chá ) de manjericão picado
 1 colher (chá) de sálvia picada
 1 colher (chá) de alecrim picado
1 colher (sopa) de salsinha picada
 Sal a gosto
 
Já ouviu falar dos pulses? Eu, nunca tinha encontrado a palavra. Mas aprendi recentemente que são as sementes secas comestíveis das leguminosas. Destacam-se no grupo feijão, grão de bico, ervilha e lentilha. Mas há outras.
 
O plantio delas requer pouca água. A produção de um quilo de feijão exige apenas 330 litros, contra os 1.770 da soja e os 14 mil da carne bovina. Leguminosas como as citadas acima ajudam a reduzir os gases do efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global. Tais lavouras melhoram a absorção de carbono pelo solo e fixam nitrogênio. Tudo de bom para o meio ambiente.
 
Como se vê, os pulses atuam de forma benéfica para o planeta. E também são excelentes para a saúde humana. Vegetarianos e veganos têm neles um ótimo substituto às carnes como fonte de proteínas. É que nestas sementes há uma substância chamada folato, que se transforma no organismo em outra, ácido fólico, elemento importante para combater a depressão e o mau humor.
 
Esse domingo, 10 de fevereiro, vem assinalado em calendários especiais, patrocinados por empresas ligadas à agricultura, como o Dia Mundial dos Pulses. A comemoração é uma iniciativa da FAO, o órgão das Nações Unidas para alimentação e agricultura, que procura destacar a importância, para a humanidade e o planeta, da escolha por alimentos saudáveis e culturas sustentáveis.
 
O feijão já faz parte da dieta do brasileiro e sua combinação com o arroz é elogiada por nutricionistas, pois essa dupla, ainda mais quando acrescida de verduras, legumes e pequena porção de carne, é o tipo de prato perfeito. Em nosso país o consumimos diariamente e não enjoamos. Mas como de vez em quando é bom variar, trouxe hoje para a página uma opção ocasional ao feijão do dia-a-dia: a lentilha. Versátil, ela pode ser usada em pratos quentes e frios, acompanhando carnes diversas ou integrando cozidos e sopas. A escolha tem a ver com a estação. Neste verão de dias muito quentes, cai bem a salada assinada pela chef Morena Leite.
 
Super refrescante por conta dos limões, agridoce no ponto certo graças à excelência do balsâmico, perfumada com muitas ervas, pode ser servida com abóbora assada. Se você não encontrar a lentilha rosa, mais rara, ou a Du Puy, que é francesa e de tom mais escuro que a nossa, não se preocupe. Use a que achar nos supermercados, vai dar muito certo também.
 
Caso obtenha os dois tipos, cozinhe separadamente em água fervente com sal até o ponto em que ainda resistam ao serem mordidas, ou seja, al dente. Isso é importante porque elas permanecerão íntegras, o que favorece uma apresentação bonita. Isso feito, escorra e reserve. Enquanto esfriam, prepare as cebolas, que devem ser roxas, pois estas têm sabor mais suave e diferenciado em relação às brancas. Corte em plumas finas. Numa tigela tempere-as com sal, pimenta-do-reino, açúcar, aceto balsâmico. Misture bem, disponha tudo numa frigideira e leve ao fogo baixo, mexendo até murchar e caramelizar. Prepare o molho com suco e raspas de limão, gengibre e mix de ervas. Nem todos gostam de todas as ervas elencadas. Escolha as que você aprecia. Retire as sementes das pimentas dedo-de-moça e corte-as em tirinhas. Numa vasilha grande coloque primeiro as lentilhas cozidas e escorridas. Junte em seguida as cebolas caramelizadas e mexa com um garfo para que se integrem bem. Acrescente as tirinhas de pimenta deixando algumas para decorar. Volte a misturar os ingredientes. Regue com o molho, cubra com papel alumínio e leve à geladeira por meia hora.
 
Passo a passo 
 
1 - Lave as ervilhas, cozinhe em água fervente com pitada de sal, escorra, reserve
 
2 - Corte em plumas as cebolas, tempere com sal, pimenta-do-reino, açúcar, aceto balsâmico; mexa
 
3 - Disponha as cebolas temperadas numa frigideira e leve ao fogo baixo até que murchem
 
4 - Prepare o molho cítrico com suco e raspas de limões, gengibre, mix de ervas
 
5 - Numa saladeira grande reúna as lentilhas, as cebolas, as pimentas em tiras e regue com o molho cítrico
 


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS