Donos de casas da Pacaembu cobram agilidade na entrega

Donos de casas da Pacaembu cobram agilidade na entrega

Os 555 donos dos imóveis estão aguardando com expectativa a entrega da obra.

Os 555 donos dos imóveis estão aguardando com expectativa a entrega da obra.

14/02/2019 | Tempo de leitura: 1 min

14/02/2019 - Tempo de leitura: 1 min

Imagem divulgada pelos donos mostra a parte do empreendimento.

Os 555 donos dos imóveis do residencial Vida Nova Franca, erguido pela Construtora Pacaembu, estão aguardando com expectativa a entrega da obra. Parte do grupo está preocupada com a demora na conclusão do empreendimento. Nesta quarta-feira, 13, vários deles procuraram o programa ‘Hora da Verdade’, da Difusora, para se queixar sobre a morosidade da liberação das chaves. “As casas da Pacaembu estão prontas. Falta apenas o Habite-se e a Prefeitura não libera. Tem muitos de nós que pagam aluguel e já estão pagando o financiamento”, disse um ouvinte.

Imagens encaminhadas pelos donos mostram que o lugar já está pronto com toda a infraestrutura. Grupos de WhatsApp foram criados para acompanhar o desfecho da história.

O bairro planejado, localizado nas proximidades do bairro Recanto Capitão Heliodoro, na zona Norte da cidade, foi construído através do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Foram investidos perto R$ 70 milhões para a obra toda. As 555 unidades do Residencial Vida Nova Franca são térreas, com aproximadamente 45,47 metros quadrados de área construída, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta.

PRONTO?

Questionada sobre a liberação das casas, a Prefeitura enviou uma nota oficial sobre o assunto na tarde desta quarta-feira. “A Prefeitura de Franca e a Pacaembu Construtora esclarecem que o Habite-se e o Alvará das moradias do Vida Nova Franca foram emitidos na última sexta-feira (8). Esses documentos foram enviados nessa semana pela construtora para a análise de órgãos públicos que devem emitir, na próximas semanas, a documentação necessária para liberação da entrega das chaves da primeira fase do empreendimento, com 555 unidades”, diz o documento.

Os 555 donos dos imóveis do residencial Vida Nova Franca, erguido pela Construtora Pacaembu, estão aguardando com expectativa a entrega da obra. Parte do grupo está preocupada com a demora na conclusão do empreendimento. Nesta quarta-feira, 13, vários deles procuraram o programa ‘Hora da Verdade’, da Difusora, para se queixar sobre a morosidade da liberação das chaves. “As casas da Pacaembu estão prontas. Falta apenas o Habite-se e a Prefeitura não libera. Tem muitos de nós que pagam aluguel e já estão pagando o financiamento”, disse um ouvinte.

Imagens encaminhadas pelos donos mostram que o lugar já está pronto com toda a infraestrutura. Grupos de WhatsApp foram criados para acompanhar o desfecho da história.

O bairro planejado, localizado nas proximidades do bairro Recanto Capitão Heliodoro, na zona Norte da cidade, foi construído através do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Foram investidos perto R$ 70 milhões para a obra toda. As 555 unidades do Residencial Vida Nova Franca são térreas, com aproximadamente 45,47 metros quadrados de área construída, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta.

PRONTO?

Questionada sobre a liberação das casas, a Prefeitura enviou uma nota oficial sobre o assunto na tarde desta quarta-feira. “A Prefeitura de Franca e a Pacaembu Construtora esclarecem que o Habite-se e o Alvará das moradias do Vida Nova Franca foram emitidos na última sexta-feira (8). Esses documentos foram enviados nessa semana pela construtora para a análise de órgãos públicos que devem emitir, na próximas semanas, a documentação necessária para liberação da entrega das chaves da primeira fase do empreendimento, com 555 unidades”, diz o documento.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.