23 de julho de 2019

Franca

Unespianos atacam policias; PM teve que usar granadas

Em alguns vídeos divulgados é possível observar que os estudantes realizaram uma festa.

Franca 25/02/2019 - Repórter: João Pedro Bernardes especial para o GCN
Foto de:
Jovens universitários invadiram a fonte luminosa.

Na noite do último domingo, 24, cerca de 50 estudantes da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), invadiram a fonte luminosa, na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro e causaram algazarra. Em alguns vídeos divulgados é possível observar que os estudantes realizaram uma festa dentro da fonte. Segundo informações, os jovens consumiam bebidas alcoólicas, se banhavam com a água da fonte e entoavam de forma voraz gritos universitários. Além de toda bagunça, os estudantes vestiram a estátua da fonte com uma uniforme que era usado por alguns jovens que participaram do vandalismo.

A Polícia Militar chegou após diversas solicitações. Os militares constataram que se tratava de alunos da universidade. Segundo o boletim os estudantes promoviam desordem, algazarra, vandalismo e dano ao patrimônio público. A polícia solicitou apoio da Força Tática, que foi recebida com hostilidade, xingamento e foram alvos de pedras jogadas pelos estudantes. A polícia tentou dialogar com os estudantes, porém não tiveram êxito e com isso precisaram solucionar a situação de forma mais severa. Foram usadas três granadas na tentativa de conter os estudantes que confrontavam. Segundo informações os jovens resistiram e com isso foi necessário o uso moderado da força para imobilizar e conter a euforia dos estudantes.

Depois de algum tempo a polícia conseguiu conter os jovens que foram encaminhados para o plantão policial.

O ato ficou registrado e logo após as partes foram liberadas.
 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS