17/03/2019

Oportunismo barato

O ex-prefeito Alexandre Ferreira se considera um gênio, o mago da esperteza. E tem certeza que nós, pobres mortais, somos todos idiotas. Ele precisa rever seus conceitos.Alexandre sempre defendeu que os nove falsos médicos que foram contratados durante seu governo para atender a população carente não eram falsos. A desculpa que dava era que os doutores piratas só não tinham autorização para trabalhar.Não é o que pensa a polícia, o Ministério Público e a Justiça. Alexandre sabe que está atolado até o pescoço nessa lama.Como prefeito e responsável maior pelas finanças do município, cabia a ele dar a palavra final sobre a contratação do ICV.Foi com o aval de Alexandre que a Prefeitura contratou o ICV para gerenciar os dois prontos-socorros da cidade. Nos quinze meses em que prestou serviços ao município, o Instituto recebeu mais de R$ 22 milhões.O ICV é acusado pelo Ministério Público de, com a conivência do prefeito e da ex-secretária municipal de Saúde, Rosane Moscardini, ter contratado pelo menos nove falsos médicos e ainda montar um esquema de falsificação de fichas médicas para turbinar os recebimentos de recursos públicos.Numa aparente tentativa de tirar o seu da reta, Alexandre virou as costas para aquela que sempre esteve ao seu lado e mandou abrir um Processo Administrativo Disciplinar contra Rosane Moscardini.O episódio dos falsos médicos era de conhecimento público desde julho de 2015, quando o Comércio denunciou os fatos, mas o “zeloso” prefeito só abriu a investigação no dia 19/12/2016. Faltavam apenas 12 dias corridos para o término de seu governo.A defesa de Rosane afirma que a atitude de Alexandre foi oportunista e irresponsável. “É ilegal o prefeito mandar investigar atos de que ele próprio participou. O acusador também deveria ser investigado”, disse o advogado Rogério Castro. Rosane seguirá trabalhando até análise do recurso Faz me rir Alexandre zombou da inteligência da opinião pública e foi às redes sociais ironizar reportagem publicada por este colunista, dia 11, informando que ele havia lavado as mãos e jogado a bomba dos falsos médicos no colo de sua fiel aliada Rosane Moscardini. “Para o GCN, se abro sindicância é sinal de abandono de equipe, se não abro sindicância sou conivente. Me adoram. Kkk”. Recebeu uma chuva de críticas e apagou o post sem graça em seguida.

Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.