16 de junho de 2019

Opinião

Dia do meio ambiente!

Opinião 08/06/2019 -

Comemorou-se no último dia 05, o Dia Mundial da Ecologia e do Meio Ambiente. Sempre frisamos aos nossos alunos que o grande problema ambiental é conciliarmos e mantermos equilibrada a seguinte equação: a necessidade de explorar para a sobrevivência humana X a necessidade de preservar para não exaurir o meio ambiente. Em síntese é essa equação que deve ser sempre equilibrada. Igualmente sempre afirmamos que a mídia sempre deu um enfoque muito grande ao meio ambiente rural esquecendo-se que a proteção do meio ambiente passa obrigatoriamente pela gestão das cidades, com áreas de ocupação irregular, localizadas em áreas de preservação permanente ou de risco (fundos de vale, encostas de morros, faixas de domínios de rodovias, sob redes de alta tensão etc). Outro componente forte é a produção diária de lixo produzido nas cidades que, a propósito vemos os prefeitos de pequenos municípios tentando implantar seus aterros sanitários sem nenhum auxílio e com legislação que dificulta qualquer ação. Algumas autoridades ambientais que, nos desculpem, nos parecem despreparadas, pois quando um simples cidadão que lá no seu sítio usa a madeira da árvore que caiu com um raio, é tratado como bandido, com gritos, falta de respeito aos direitos constitucionais, não permite sequer que ele fale em sua defesa e já emite auto de infração etc. Porém há casos que não tem fim, veja, por exemplo, Mariana e Brumadinho. E isso não é defesa do meio ambiente! A propósito, sempre fico em dúvida quanto aos dados ambientais apresentados. Tal dúvida surge em razão de que décadas atrás ouvimos através de noticiários que a floresta amazônica estava sendo queimada anualmente em área maior que toda a Bélgica. Ora, se fosse verdade tal dado a floresta amazônica já havia sido exterminada.

O maior problema ambiental mundial na atualidade está no subsolo, nas profundezas da Terra, que poucas autoridades têm acesso e conhecem os dados. Trata-se da declinação magnética, que está se deslocando anualmente do norte do Canadá 60 km rumo à Rússia e trará danos irreversíveis como o “apagão” dos satélites e uma provável inversão dos pólos magnéticos e são poucos os investimentos em pesquisas para entender o que está ocorrendo. Enfim, na questão ambiental mexem apenas na parte visível quando o problema maior está na parte interna da Terra!

DECISÃO NO POLI E AUTORIDADES: É triste ver que a população que, nos últimos tempos, tem tido tão poucos momentos de alegria, não seja agraciada com um telão do lado de fora do ginásio poliesportivo, para assistir o jogo Franca X Flamengo, pois as autoridades disseram que não haverá segurança! Com todo respeito, após tal declaração nada, mais nada mesmo poderá ser realizado em nossa cidade, nem os shows da Expoagro. A verdade é que nossas autoridades preferem se manter em zona de conforto ao invés de fazer o que lhes competem!

Toninho MenezesAdvogado e Professor Universitáriotoninhomenezes16@gmail.com



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.