20 de agosto de 2019

Opinião

Fone de emergência

Opinião 21/07/2019 -

O governo do Estado deve começar nesta segunda-feira as obras de construção do novo Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) de Ribeirão Preto, que custará R$ 15,4 milhões. A decisão sepultará de vez as discussões sobre eventual retorno do 190 para Franca, embora ninguém mais se lembre da mudança.
O Centro vai abranger 93 cidades, incluindo Franca e mais 22 municípios que fazem parte do 15º Batalhão. O prédio contará com 60 pontos de atendimento, 25 de despacho e vai integrar o atendimento de todos os serviços emergenciais dos municípios e do Estado, como Polícia Militar (190), Samu (192), Corpo de Bombeiros (193), trânsito e Guardas Civis, entre outros.
O governador João Doria (PSDB) afirma que a medida vai integrar todas as cidades e “aperfeiçoar” o sistema de Segurança Pública na região, possibilitando atendimento com maior qualidade, rapidez e eficiência.
Outra novidade será a implantação, também em Ribeirão Preto, de uma unidade do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), que fará o policiamento especializado na região. O grupo será composto por 268 policiais e terá à disposição 30 viaturas SUVs, 60 fuzis e 268 pistolas, que são armas de enfrentamento da criminalidade pesada.
Franca vai receber 16 viaturas e duas motos que serão utilizados para auxiliar nas ações de policiamento ostensivo. Cada Companhia da PM da cidade terá uma base comunitária móvel

Esperto é o Gilson
Nada contra a viagem do prefeito. Só acho sacanagem ele deixar a gente passando frio e ir curtir o sol quente em Alagoas.

Sombra e água fresca
Juízes, promotores, policiais, prefeitos, vereadores, empresários e representantes de entidades diversas da região se reuniram no 15º Batalhão da PM em Franca, sexta-feira, para prestigiarem a posse do novo comandante, tenente-coronel Araújo. Curtindo uma paradisíaca praia no nordeste, o prefeito Gilson de Souza (DEM) não compareceu. Foi representado pelo Marcinho do Trânsito. Gilson também ignorou a abertura dos Jogos Regionais.

Cem anos de cadeia
O Tribunal de Justiça acatou recurso apresentado pelo Gaeco e ampliou, de 13 para 67 anos, a pena imposta ao ex-prefeito de Miguelópolis, Juliano Mendonça Jorge. O político é acusado de liderar organização criminosa, fraudar licitações e desviar recursos públicos. Preso desde abril de 2016 em Tremembé, ela já tem outras duas condenações. Juntas, as penas somam 96 anos, mas há outros processos em andamento.

Tem que operar
O Tribunal de Justiça condenou o Estado e o Município de Araraquara a realizarem cirurgia de mastectomia pretendida por um homem transgênero. O TJ também deferiu recurso do autor da ação, que pediu indenização por danos morais por ter sido tratado por nome feminino, e não masculino, como consta em seu registro civil, por um servidor do hospital onde buscou tratamento.

Aceno à esquerda
Roberto Carolino de Freitas, o “Carola”, foi nomeado por Gilson de Souza para o cargo em comissão de assessor do prefeito junto à Secretaria de Esporte. Em 2010, Carola foi candidato a deputado federal pelo Psol e obteve menos de mil votos.

Arigatô
O ex-prefeito de Cristais Paulista, Hélio Kondo, recebeu o título de Cidadão Cristalense sexta-feira à noite. Bancário aposentado e plantador de café, Kondo é natural de Guaraci (PR) e governou Cristais de 2005 a 2012.

Passagem
A Câmara votará, nesta terça-feira, o projeto que autoriza a Prefeitura a conceder subsidio ao transporte coletivo. Se aprovada, a proposta vai permitir a redução do preço da passagem em R$ 0,20.

Zero três
Na próxima viagem secreta, Gilson de Souza vai confiscar o celular da filha Nanda Bell.

resort do prefeito
A diária mais barata em julho para um casal no Pratagy Beach Resort, em Alagoas, custa R$ 1.086. Bora?

Edson Arantes
Jornalista
edson@comerciodafranca.com.br
 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS