15 de dezembro de 2019

Franca

TRÂNSITO

Taxa de acidentes em Franca assusta e é maior que o Estado e a Capital

Os dados divulgados pela PM são referentes a 2018; neste ano, corporação aponta redução.

Franca 30/07/2019 - Repórter: da Redação
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
Régis Mendes, do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar
O número de acidentes registrados em Franca neste primeiro semestre de 2019 tem assustado os moradores da cidade. Mas as estatísticas da Polícia Militar apresentam queda de mortes no trânsito na cidade em 25% em comparação com o mesmo período de 2018. De janeiro a julho de 2019, Franca registrou 24 vítimas fatais decorrentes de acidentes. 

Os dados foram divulgados oficialmente pelo tenente Régis Mendes, do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar, na sessão da Câmara Municipal de Franca nesta terça-feira, 30.

Apesar da redução neste ano, Regis trouxe um dado alarmante. A taxa de acidentes em Franca para cada grupo de 100 mil habitantes no ano passado foi 15,8. Ela é superior aos índices de todo o estado de São Paulo (12,4), da capital do estado (7,3) e de cidades próximas como Ribeirão Preto (13,2).

O tenente destacou que para um trânsito seguro é preciso melhor infraestrutura, educação (campanhas) e esforço legal (fiscalização). “A infraestrutura de Franca pode ser melhorada, sem dúvida, mas não é ruim na questão da segurança viária. A educação é o fator mais importante. Dependemos das demais pessoas, Se não estivermos em sintonia, o resultado são os acidentes. Precisamos do envolvimento de toda a população para diminuir a mortalidade”, disse Régis.

O vereador Pastor Otávio, que convidou o oficial da PM para falar sobre o assunto na Câmara, questionou se as lombofaixas instaladas no município auxiliaram a diminuir os acidentes de trânsito. O tenente respondeu que elas são benéficas.

O vereador Della Motta (Podemos), que é tenente da reserva, concordou que a educação no trânsito é primordial. “Mesmo com o patrulhamento, há muitas ocorrências por conta da imprudência de motoristas jovens ou que acabaram de tirar a carteira de habilitação”.

“Os jovens do sexo masculino são os que mais morrem. Peço que conversem com os jovens motoristas, porque isso pode poupar a vida deles”, pediu Regis.

Pastor Palamoni (PSB), Nirley de Souza (PP), Marco Garcia (Cidadania) e Adérmis Marini (PSDB) também falaram a respeito dos constantes acidentes no trânsito de Franca. 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Polícia

CLIMA EM FRANCA

30°
19°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: