22 de agosto de 2019

Franca

AUDACIOSO

Estelionatário é preso tentando se passar por promotor de justiça em golpe em lotérica

No último dia 9 de agosto, policiais conseguiram localizar o rapaz de 24 anos em Ituiutaba, Minas Gerais.

Franca 14/08/2019 - Repórter: da Redação
Foto de: Divulgação
Inacio Silvio Queiroz Alves
A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) conseguiu prender um homem suspeito de tentar aplicar um golpe em uma lotérica do Franca Shopping. No último dia 9 de agosto, policiais conseguiram localizar o rapaz de 24 anos em Ituiutaba, Minas Gerais. 
 
Segundo o delegado Márcio Murari, responsável pelas investigações, em junho deste ano, o suspeito ligou para a lotérica e se identificou como promotor de justiça e que atuava no Fórum de Franca. O estelionatário perguntou se o estabelecimento havia interesse em receber boletos bancários do Fórum através de cheques do Tribunal de Justiça de São Paulo. 
 
De acordo com o Murari, com o sinal positivo da agência lotérica, o homem mandou um envelope contendo boletos e duas folhas de cheque do TJSP. Desconfiando da procedência dos cheques, o dono da lotérica foi até o Fórum e descobriu que os documentos eram fraudados e não haviam sido emitidos pelo tribunal. 
 
O caso chegou até a DIG de Franca que começou então a investigação. Os policiais da especializada chegaram ao suspeito que mora na cidade mineira. 
 
Com a prisão decretada pela 3ª Vara Criminal de Franca, os investigadores da cidade se dirigiram até Ituiutaba e localizaram o suspeito. 
 
Trazido para a sede da DIG, Inacio Silvio Queiroz Alves, 24 anos, confessou a tentativa de golpe e foi indiciado pelos crimes de tentativa de estelionato, falsificação de documentos, duplicata simulada e falsa identidade. 
 
Na tarde desta terça-feira, 13, ele teve a prisão preventiva decretada e acabou recolhido na Penitenciária de Franca. 

INVESTIGAÇÃO 
 
A investigação da DIG de Franca também aponta que exista uma quadrilha especializada neste tipo de golpe agindo pelo interior do Estado de São Paulo. Há registro de golpes em cidades como Ribeirão Preto. O mesmo modo de agir foi identificado na cidade. 
 
A DIG também está investigando a participação de estelionatários em outro golpe contra uma lotérica na Cidade Nova, em Franca. Os bandidos usaram cheques falsificados da Prefeitura de Franca e conseguiram usurpar R$ 30 mil.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS