13 de julho de 2020

Culinária

PRÁTICO

Muffins salgados

Versátil, o bolinho de origem inglesa pode ter infinitas variações com frutas, geleias, chocolate e, na versão salgada, legumes e até peixe

Culinária 15/09/2019 - Repórter: Sônia Machiavelli
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
Versátil, o bolinho de origem inglesa pode ter infinitas variações feitas com frutas, geleias, chocolate e, na versão salgada, legumes e até peixe
porção: 16
dificuldade: fácil
preço: econômico
 
ingredientes
 1 abobrinha italiana média
 2 cenouras médias
 3 tomates  médios 
 100 g de vagem tipo macarrão 
 1 cebola média 
 2 ovos
 1/4 de copo americano de óleo
 1/4 de copo americano de leite
 1 colher de sopa de fermento químico
 Queijo ralado a gosto
 Sal a gosto
 2 xícaras rasas de farinha de  trigo
 

Os muffins já tiveram mais presença na mesa do lanche das crianças brasileiras. Até que os cupcakes viraram febre e os suplantaram. Mas isso não quer dizer que deixaram de ser consumidos ou desapareceram da preferência de muitos. Versátil, esse quitute de origem inglesa pode ter infinitas variações feitas com frutas, geleia, chocolate, legumes, verduras e peixes como atum e sardinha em lata.

A maior diferença entre um muffin e um cupcake é que o primeiro, quando doce, não leva decorações sofisticadas produzidas com creme de leite, manteiga, chantilly ou coberturas do gênero muito elaboradas. A massa do muffin , mais fofa que a do cupcake, pode ser misturada a vários ingredientes e ir do forno direto para a mesa bem quentinho. Com as formas coloridas em silicone tornadas comuns, o trabalho reduziu-se ainda mais. E os muffins salgados passaram a ser uma excelente opção para crianças que rejeitam legumes nas refeições.

Se não gostam de cenoura, nem vão percebê-la cortada em pedaços bem pequenos; vagem, tomate- a mesma coisa. Cebolinha, ervilhas, palmito. Folhas como espinafre, couve. Salsão e salsinha. Enfim, cada mãe saberá do que o organismo do filho necessita e poderá variar os ingredientes ao máximo. O nosso muffin, que o leitor vê ilustrando a página, é receita de um site italiano- Fatto in casa de Benedetta, que acessei pelo grupo “Italianos e seus descendentes”. Exibe receitas práticas, com ingredientes frescos e fáceis de encontrar. E a maioria, óbvio, do receituário italiano, bem próximos de agradar ao paladar do brasileiro, cuja mesa, no Sul e parte do Sudeste, é fortemente marcada pela imigração italiana. Os pratos à base de berinjela da Benedetta são surpreendentes e podem ser replicados sem susto. Até porque os vídeos são claros, bem detalhados e sedutores, com exatos passo a passo.

Para não perder o costume, vamos ver de onde vem a palavra muffin. Me informa o google que tem origem em muff, vocábulo inglês que designa conforto, proteção. Nascidos nas casas das vovós, fazem parte do receituário adulto quando se trata de comer algo que dê conforto, que resgate bons momentos de acolhimento e amor na infância daqueles que um dia foram netos. Algo parecido com os nossos bolinhos-de-chuva. Comfort food, é isso aí. Hoje eles estão presentes em cafeterias ao redor do mundo e começam a aparecer em festas infantis, chás de bebês e casamentos, onde, se feitos com esmero, podem até substituir bem-casados.

Os muffins desta página foram criados para agradar as crianças; mas duvido que algum adulto não se renda a eles, especialmente quando saem do forno com um aroma delicioso. A massa é básica. Assim, abre-se a oportunidade para cada um criar o seu. Vão muito bem milho, linguiça, queijo, azeitonas pretas, tomates secos et tutti quanti.

Vamos lá. Pique miudinho a abobrinha (com casca apenas raspada e sem sementes); as cenouras; os tomates sem pele e sem sementes; as vagens; a cebola. Corra um fio de azeite numa frigideira grande, espere aquecer levemente e leve os legumes picados ao fogo. Tampe a frigideira para que o vapor formado cozinhe de leve os legumes por dez minutos. De vez em quando mexa, para não grudar. Reserve. Numa tigela grande coloque a farinha de trigo misturada ao sal, junte os dois ovos e misture bem. Acrescente o leite e o óleo. Depois, o queijo ralado, o fermento e os legumes reservados. Volte a mexer. Distribua nas forminhas de muffin (as da foto são de silicone), sem as encher totalmente, porque crescem e podem transbordar. Se não tiver essas forminhas, asse em forminhas de empada, untadas e polvilhadas com farinha. Salpique a superfície com gergelim, se gostar. Leve ao forno preaquecido a 180 graus e deixe assar por vinte minutos. Retire depois de fazer o teste do palito. Sirva quente, morno, frio. Na geladeira, bem embalados, duram quatro dias. São ótimos para criança levar para o lanche da escola.

Passo a passo

1 - Corte os legumes bem miudinhos

2 - Refogue-os em fio de azeite, tampe a frigideira, deixe amolecer; reserve

3 - Numa tigela coloque farinha e sal; junte os ovos e mexa

4 - Acrescente óleo, leite, queijo ralado, os legumes frios e fermento

5 - Preencha as forminhas, salpique o gergelim, leve ao forno quente

  



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Receitas da Sônia

CLIMA EM FRANCA

29°
17°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2278
    Sorteio: 08, 17, 34, 37, 43, 45 Data: 11/07/2020
  • Quina: 5311
    Sorteio: 15, 23, 29, 31, 55 Data: 11/07/2020