13 de julho de 2020

Culinária

FOODIE

Bolo de chocolate

Cozinheira de comida caseira, no polo oposto aos especialistas, a bela inglesa Nigella Lawson afirma que cozinha por prazer e não

Culinária 02/11/2019 - Repórter: Sônia Machiavelli
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
Bocado guardado é o mais desejado”

Ditado Popular
 
porção: 10
dificuldade: mediana
preço: econômico
 
Ingredientes
 
Massa
 1 2/3 xícara de farinha de trigo
 1 xícara de açúcar refinado
 ½ colher de bicarbonato de sódio
 175 gramas de manteiga em temperatura ambiente
 ½ xícara de cacau em pó
 1/3 xícara de iogurte
 2 ovos grandes
 ½ xícara de água fervente
 ½ colher (sopa) de extrato de baunilha
 1 colher (sopa) de raspas de laranja
 
Calda
 ½ xícara de água
 ½ xícara de açúcar
 1 colher (sopa) de cacau
 
Cobertura
 ½ xícara (chá) de raspas de chocolate meio amargo
 
 
Nigela Lawson, já ouviram falar dela?  Nascida na Inglaterra, hoje com 60 anos, ela lançou nos anos 80 alguns livros de culinária  (How to Eat, How To Be a Domestic Goddess, Genius Recipes) cujo surpreendente sucesso levou a múltiplas reedições no país e ao redor do mundo. No ano passado, uma edição comemorativa do primeiro  livro foi lançada junto com a versão inédita em áudio.
 
O  impresso encanta pela forma narrativa,  pela escrita  de colunista de jornal a que Lawson estava habituada na época. Em áudio, as  receitas são contadas como se fossem histórias. A voz é familiar e comunicativa:  enquanto ensina a fazer um bolo de chocolate de textura  macia  e perfume intenso, como o da foto desta página, Lawson reflete sobre o prazer deflagrado no cérebro pelas substâncias contidas nas sementes de cacau, esse alimento dos deuses, como o chamavam os astecas. How to Eat  estava muito além de seu tempo, introduzindo ingredientes até então ignorados pelos ingleses, como abacate, romã e quinoa. 
 
Dizem que o status de celebridade alcançado por Lawson  já foi próximo do que desfruta a realeza britânica. Em algum momento ela teria se tornado tão conhecida e querida quanto a princesa Diana. Controvérsias  fazem parte do pacote, pois não se pode ignorar que há os que a  veem pejorativamente como aristocrata e mimada. Nada mais contestável. O estereótipo da mulher esnobe contrasta com a protagonista da vida real.  Cozinheira de pratos caseiros, no polo oposto  aos  especialistas, Lawson afirma que cozinha por prazer e não para  fazer sucesso. Antes de se aventurar no fogão, e isso é bom dizer,  ela exercitou a crítica literária, o colunismo e a editoria. Casada com um homem por quem estava muito apaixonada, teve dois filhos.  Ficou viúva em 2001 e, quatro anos depois, se casou com um magnata do mundo dos negócios, de quem se separou em 2010 depois de ter sido agredida por ele num restaurante.
 
Nos seus livros e programas de televisão, Lawson se distanciou dos livros de culinária técnicos escritos por chefs e se aproximou de uma filosofia que se preocupava com o prazer sensorial. Bee Wilson, jornalista  especializada em culinária, descreveu  a atitude da foodie inglesa como  revolucionária: “De repente, chegou alguém para dizer que uma panela de ensopado feito em casa poderia ser melhor do que a criação de um chef de cozinha que só quer se exibir.” 
 
Com seus programas na TV inglesa e seus livros, Lawson incentivou as pessoas a cozinhar, associando  a boa comida ao glamour. Para muitas isso foi libertador, significou ter prazer com a comida, aceitar-se com apetites, ser feliz em casa. Hoje parece bobagem; antes não era. 
 
Quer aprender a fazer um dos muitos bolos de chocolate de Nigela? Este da foto, que resultou de poucas adaptações, é macio sem ser fofo; e oferece o sabor intenso de chocolate associado à baunilha e raspas de laranja. Fica incrível se acompanhado de sorvete de limão. Faça assim. Preaqueça o forno. Unte uma forma retangular para pão (tipo bolo inglês) com manteiga e forre com papel alumínio. Misture o bicarbonato de sódio com a farinha e peneire duas vezes. Na batedeira coloque manteiga e açúcar e bata até obter um creme claro. Junte os ovos e bata mais dois minutos. Acrescente a farinha misturada com bicarbonato, a essência de baunilha e bata mais um minuto. Desligue a batedeira. Ferva a água. Aos poucos agregue o cacau  em pó e a água fervente, misturando então com colher até obter uma massa homogênea. Quando isso acontecer,  reúna  o iogurte e as raspas de laranja.  Bata rapidamente e despeje na forma forrada. Leve ao forno por cerca de uma hora.  
 
Faça o teste do palito para ver se está assado. Tire então do forno, coloque sobre grade ou trempe do fogão. Prepare a calda para despejar sobre ele. Leve ao fogo o chocolate em pó, a água e o açúcar bem misturados. Deixe ferver até engrossar. Faça furos em toda a superfície do bolo e despeje nele a calda quente. Quando amornar, salpique as raspas de chocolate. Sirva com bolas de sorvete de limão. Decore com raspas de laranja.
 
Passo a passo 
 
1 - Unte a forma com manteiga e forre com papel alumínio
 
2 - Bata açúcar e manteiga, junte ovos, baunilha  e farinha; desligue a batedeira
 
3 - Agregue aos poucos o cacau em pó e a água fervente, mexendo sempre
 
4 - Junte o iogurte e as raspas de laranja e bata rapidamente
 
5 - Leve ao forno; depois de assado regue com a calda e decore com as raspas de chocolate


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Receitas da Sônia

CLIMA EM FRANCA

29°
17°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2278
    Sorteio: 08, 17, 34, 37, 43, 45 Data: 11/07/2020
  • Quina: 5311
    Sorteio: 15, 23, 29, 31, 55 Data: 11/07/2020