28 de janeiro de 2020

Franca

OPERAÇÃO

Operação do Deic enche caminhão com produtos falsificados em Franca

Os agentes do Deic estavam no começo da tarde fechando fábricas que produziam bolsas e calçados falsificados.

Franca 07/11/2019 - Repórter: Kaique Castro, especial para o GCN
Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca
Uma operação do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de São Paulo, nesta quinta-feira, 7, realizou a apreensões de mercadorias falsificadas em Franca.
 Uma operação do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de São Paulo,  nesta quinta-feira, 7, realizou a apreensões de mercadorias falsificadas em Franca.

Os agentes do Deic começaram a operação na manhã de hoje é até o começo da tarde ainda estavam buscando fábricas que produziam bolsas e calçados falsificados.

De acordo com o delegado Wagner Carraro, esta é a terceira operação em Franca, que vem se caracterizando como um forte produtor de itens falsificados. Produtos das marcas Gucci, Michael Kors, Osklen, Louis Vuitton, Arezzo entre outras foram apreendidas.

“Viemos até Franca junto com os advogados das marcas detentoras do registro para verificar onde fabricavam esses produtos falsificados. Existe uma grande variedade de marcas e de produtos, mas a base que foi encontrada é tênis e bolsas”.

Os policiais apreenderam produtos em oito fábricas de Franca, no Jardim Paulista, Paulistano, Petraglia e Redentor. Os produtos apreendidos encheram um caminhão e serão contabilizados ainda hoje.

Ainda segundo o delegado, ninguém foi preso pelo fato que o crime de falsificação de produtos é de baixa periculosidade. Os donos das fábricas responderão a um processo contra o registro de marcas.
 




COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Alexandre
    08/11/2019
    Podem procurar mais, isso é praga, quanto mais joga veneno, mais surgem...tem muita gente andando de carro importado nas custas das marcas! é só procurar, TROPICAL, LEPORACE, MEIRELES, PAULISTANO...são fontes!
  • Djalma
    09/11/2019
    São burros. Bastra trocar ou inverter uma letra como os chineses fazem há décadas. Se o produto tiver qualidade, um ligeiro erro na marca é o de menos.
Veja mais Polícia

CLIMA EM FRANCA

29°
19°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: