09 de abril de 2020

Franca

PROBLEMA ANTIGO

Prédio do antigo Fórum deve ganhar 'piscinão' antienchente

A prefeitura divulgou que está fazendo um estudo para alargamento da calha do Córrego Cubatão para resolver o problema

Franca 16/02/2020 - Repórter: N. Fradique
Foto de: Divaldo Moreira/Comércio da Franca
Imagem do antigo Fórum: novo projeto para instalação das delegacias inclui providências para se precaver do problema das enchentes enquanto a calha do córrego não é alargada
O prédio do antigo Fórum, local que sempre é atingido por alagamentos quando chove forte em Franca, vai abrigar em breve unidades da Policia Civil. Para não sofrer com os mesmos transtornos que fizeram o Fórum se mudar para a avenida Presidente Vargas, o prédio vai ganhar um ‘piscinão’ antienchente antes de voltar a ser ocupado, desta vez pelos Distritos Policiais e delegacias especializadas.

O imóvel fica às margens do córrego Cubatão na avenida Ismael Alonso y Alonso, próximo do viaduto “Dona Quita”, na Major Nucácio, e do Uni-Facef, que também sofre com alagamentos nos dias de chuva.

“Já estamos com um projeto pronto elaborado pelo engenheiro Rafael Furlan. A ideia é fazer um muro de arrimo de contenção das águas que vem da avenida e entram no local. O projeto também prevê um piscinão dentro do espaço do prédio, onde a água seria represada e com bombas (para) jogar (água) para fora. Assim, blindamos o prédio contra a enchente. A entrada principal ficaria onde era a área civil do Fórum, dando acesso às delegacias de polícia”, explicou Wanir José da Silveira Júnior, delegado seccional de Franca.

A obra seria feita pelo governo do Estado através de Parceria Pública Privada (PPP). “Seria um piscinão com possibilidade de ser coberto com garagem por cima, com as bombas de reversão. O valor ainda não está definindo, com o governo podendo fazer também investimentos próprios dentro da lei de licitação”, disse o seccional.

A prefeitura divulgou que está fazendo um estudo, através de uma empresa, para alargamento da calha do Córrego Cubatão para resolver o problema de enchente naquele trecho. Somente estudo vai custar quase R$ 40 mil à prefeitura. O projeto compreende também alternativas de afundamento, drenagem e acessibilidade.

A reportagem procurou a Secretária de Planejamento Urbano da prefeitura para saber detalhes do planejamento da obra, sem sucesso. “A Seplan informa que o orçamento vai ser levantado a partir do estudo apresentado pela empresa”, limitou-se a assessoria de comunicação da Prefeitura.

O delegado Wanir disse que seria bom a intervenção da Prefeitura para ajudar a resolver o problema no local: “Independentemente do que a prefeitura vai fazer, já estamos com nosso projeto em andamento. Alguma coisa que a prefeitura venha a fazer ali para melhorar a situação do prédio que vai abrigar a PC seria bem-vindo”.

O reitor da Uni-Facef, José Alfredo de Pádua Guerra, disse que a própria faculdade também está realizando adequações no prédio para evitar os transtornos que ocorrem nos dias de chuvas.

“Essa iniciativa de alargar a calha do Córrego é muito boa, mas também estamos tomando algumas pedidas internas colocando comportas em todas as portas. Nós vamos elevar algumas fiadas de tijolos no muro da frente do prédio. Nos ralos vamos colocar válvulas de contensão e promover algumas mudanças de local do setor administrativo”, disse o reitor, lembrando que a Uni-Facef contabilizou mais de R$ 1 milhão de prejuízo devido as enchentes no local recentemente.

Viaduto da Champagnat

Além de anunciar um estudo para elaboração de um projeto de alargamento e afundamento do Córrego do Cubatão, próximo ao viaduto “Dona Quita”, a prefeitura anunciou também a construção de uma ponte com quatro alças no cruzamento das avenidas Champagnat e Alonso y Alonso. O projeto prevê que as duas avenidas voltarão a ficar em linha retas, como antigamente, com um conjunto de semáforos e com alças de desvio.

Mais uma vez, a Secretaria de Planejamento não divulgou quando a obra terá início e nem o valor.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Beltrame Custódio
    17/02/2020
    Não sei não, mas isso tem cara de coisa que não vai dar certo. No mais me parece muito tecnológico e caro, o oposto do que se vê nas delegacias hoje em dia onde os policiais trabalham em condições absurdamente precárias.
Veja mais Local

CLIMA EM FRANCA

27°
17°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: