03 de junho de 2020

Franca

EM ANÁLISE

Prefeitura e sindicatos negociam reabrir fábricas na próxima semana

As negociações são para que a retomada da indústria seja na próxima segunda-feira, 13.

Franca 06/04/2020 - Repórter: da Redação
Foto de: Arquivo/Comércio da Franca
Prefeitura e sindicatos negociam reabrir fábricas na próxima semanaAs reuniões entre a Prefeitura, o Sindifranca (Sindicato da Indústria de Calçados de Franca) e o Sindicato dos Sapateiros continuam a ser realizadas em busca de uma saída para a reabertura das fábricas, após a quarentena para conter o avanço do coronavírus na cidade. As negociações são para que a retomada da indústria seja na próxima segunda-feira, 13.

Decreto municipal determina que lojas e fábricas fiquem fechadas até esta terça-feira, 7. No caso do comércio, o governo do Estado já determinou que continue com as portas fechadas até 22 de abril. Já as fábricas, que não são citadas no decreto estadual, negociam a retomada com o prefeito Gilson de Souza (DEM).

Ele se reuniu com representantes das indústrias e dos sapateiros nesta segunda-feira. O sindicato dos trabalhadores não teria concordado com o plano de ação apresentado pelo Sindifranca, alegando que ele não garantiria a segurança dos sapateiros.

Já o presidente do sindicato patronal, José Carlos Brigagão do Couto, disse que as indústrias estão abertas à negociação e que não há problema que não encontre solução. Segundo ele, a decisão, porém, cabe às autoridades políticas e sanitárias.

Para que as fábricas voltem a trabalhar na segunda-feira, 13, é preciso que o prefeito publique novo decreto, estendendo a quarentena até lá. Se não for publicado, a indústria pode retomar suas atividades normalmente nesta quarta-feira, 8.
 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • RICARDO
    06/04/2020 4 Curtiram
    Acho que todos deveriam contribuir com o CORONAVIRUS , inclusive os funcionarios publicos deveriam coloborar com 50% dos seus salarios para ajudar , porque se toda a populaçao e comercio e industria esta ajudando , porque os funcionarios publicos nao ajudam ? isto inclui o Prefeito e vereadores.
    • Guilherme Francois
      07/04/2020 1 Curtiu
      Nossa, cala a boca kk
  • osmar neto
    06/04/2020 4 Curtiram
    Será mesmo que o prefeito frouxo vai ceder a pressão dos peoes donos de fábricas ??? essas fábricas estão esquecendo que não vai ter quem comprar e a mercadoria vai ficar empacada , o prejuízo será maior
  • Neto novais
    06/04/2020 2 Curtiram
    esses pequenos empresários donos de fábricas querem matar mesmo os funcionários , já não basta a mixuruca que é paga para os colaboradores
  • maura neves
    07/04/2020 3 Curtiram
    Esse pessoal só pode estar louco, vão vender pra quem se o mundo está parado???
  • Wanderlei
    07/04/2020 2 Curtiram
    É necessário que possamos voltar ao trabalho o mais rápido possível. Mas temos que colocar a saúde em primeiro lugar. E neste caso de que adianta as fábricas voltarem ao trabalho, vão escoar a produção para quem? Para onde? Se todo o comércio estará fechado.
  • Pe
    07/04/2020 4 Curtiram
    Olha quanto especialista nos comentários. Eles sabem mais que o próprio dono da fábrica. Meu Deus...
    • Luiz
      07/04/2020
      Amigo dura realidade mas eles estão com a razão
  • Jose Antônio lomonaco
    07/04/2020
    Parece haver um equivoco por parte de nossos juristas de Pindorama. a competência é estadual rm razao do carater especial da necessidade de quarentena, o que afasta o interesse local que fixa a competência municipal, integrando-a á do Estado. por isto o decreto do Girso, como quase tudo que faz, é inocuo, despreparado, sem eficácia alguma. E assim vai. chute atrás de chute.
  • MORAES
    07/04/2020
    Não é preciso ser especialista para enxergar certas situações, querem produzir alguma coisa ? Tácheio de máquinas de pesponto paradas, que tal fazer máscaras ? aventais, toucas , vamos ser úteis ? Vão fazer sapatos pra vender pra quem ? Itália ? EUA ? China ?
  • RICARDO
    07/04/2020
    Acho que deveria e fechar tudo , nao deveria nem ter delivery, pois nao e so os funcionarios das fabricas que transmitem o coronavirus , e a populaçao em geral, entao se temos que contribuir fechamos todo o comercio, deixando somente os supermercados, padarias, posto de gasolina e farmacias. Pois Franca a muito tempo ja nao vive mais da economia do calcados, nao deveriam penalizar somente uma categoria. A doença de propaga em todos os funcionarios de qualquer ramos de atividade. Franca tem uns 350 mil habitantes e 20000 funcionarios de fabrica, e o resto vai trabalhar ?
  • Anônimo
    07/04/2020
    Se forem sábios.. fabricaram máscaras.. pq sapatos..
  • CARLOS
    07/04/2020
    Os empresários deveriam sim produzir máscarase comuns e as usadas nas UTI\"S.
  • RICARDO
    07/04/2020
    Todos aqui podem ate falar mau das fabricas de calcados, so que as fabricas de calçados e seus peoes e que deixaram a cidade rica, entao todos que estao reclamando podem ter certeza de sua riqueza ou salario veio da industria de calcados, de uma modo direto ou indireto. Nao sejam ignorantes, nao sabem o que uma fabrica, muitos nao aguentam trabalhar 5 minutos em uma esteira de sapatos, entao devemos valorizar o trabalhador da industria de calcados, pois caso contrario voces estariam andando descalços , ou comprando sapatos da China kkkk
Veja mais Local

CLIMA EM FRANCA

27°
15°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: