26 de janeiro de 2021

Gazetilha

O gênio revelado

Brilhante como nenhum outro dos 7 bilhões de habitantes do nosso planeta, logo viu que era tudo uma “gripezinha” sem maiores consequências.

Gazetilha 07/06/2020

“Em política, o que começa com o medo acaba, geralmente, com a loucura”
Samuel Taylor Coleridge, poeta inglês
 
 
O presidente Jair Messias Bolsonaro é um homem muito inteligente. Tão terrivelmente inteligente que, muito antes de qualquer outra pessoa, descobriu que a covid-19 não era nada. Brilhante como nenhum outro dos 7 bilhões de habitantes deste nosso planeta, logo viu que era tudo uma “gripezinha”, um “resfriadozinho” sem maiores consequências. Deu baile em médicos, cientistas, analistas e pesquisadores não apenas do Brasil, mas de qualquer outra parte. 
 
Detentor de um intelecto sofisticado, do tipo que só um deputado federal que ao longo de quase três décadas de mandatos sucessivos sem conseguir aprovar um único projeto relevante poderia ter, Bolsonaro logo viu que a tal gripezinha era coisa de comunista e podia ser facilmente combatida por cloroquina, um genial medicamento desenvolvido para malária e doenças autoimunes que facilmente resolveria o problema.
 
Jair dividiu sua esplendorosa sabedoria com o ministro da Saúde Luiz Mandetta, que burro como uma porta, não conseguiu entender que bastava tomar cloroquina – com coca-cola, uísque ou água de coco – para resolver o problema. Não precisava construir hospitais de campanha, criar leitos de UTI para receber os pacientes, comprar respiradores, máscaras, muito menos usar álcool gel. Era só tomar o remedinho, em duas versões – cloroquina ou hidroxicloroquina – que não haveria mais doença a combater. Claro, uma ou outra pessoa até poderia morrer – mas nada teria a ver com coronavírus. Morreriam de qualquer jeito, porque estavam velhos, ou com muitas outras doenças, e já tinham um pé na cova e outro na casca de banana mesmo...
 
Somos muito afortunados em ter Jair no comando do país. Todas as demais nações do mundo, seus líderes, ministros, especialistas, dirigentes esportivos, comandantes de empresas - todo mundo, sem exceção, foi incapaz de fazer a análise que nosso presidente fez. Seguiram, inutilmente, impondo medidas de isolamento social às suas populações. Sem que precisassem, fecharam os comércios, os cinemas, os parques de diversões, os bares e restaurantes, os hotéis, as praias, as indústrias, cancelaram os voos, os cruzeiros, o transporte de cargas. Imagine quanto teriam economizado se tivessem escutado o Jair? Pensem em como o mundo inteiro teria “salvado” tantas vidas – tirando os velhos, que não contam, como bem já explicou Jair – se tratassem a gripezinha com cloroquina. Que povo mais idiota são todos os que têm o azar de não serem governados pelo nosso Messias, meu Deus!
 
Sem alternativas para salvar o Brasil com Mandetta, o presidente, acertadamente, demitiu o ministro, que ficava insistindo com esta bobagem de distanciamento social, de “ciência”.  Patriota como ele só, nosso querido Jair precisava mesmo cuidar do país. E, naquela altura, já estava claro que, além de irrelevante, a gripezinha estava mesmo indo embora.
 
Escolheu como substituto Nelson Teich, médico como seu antecessor. Doutor bom, oncologista, acostumado a tratar de doença séria, como o câncer. Certamente resolveria a porcaria do “vírus chinês”, essa gripezinha inventada pela mídia comunista, num par de dias. Além disso, muito mais importante que qualquer outra virtude acadêmica, Teich era também um patriota, que tinha participado da campanha que levou nosso grande líder ao Planalto. Problema resolvido, talkey?
 
Mas tudo indica que a cadeira de ministro emburrece a pessoa. Foi se sentar lá que o prodígio Teich começou a perder o juízo. Ao invés de apoiar as magníficas teses do nosso presidente, Teich parece ter sido afetado por alguma mandinga feita pelo burro do Mandetta. Passou a repetir a mesma bobagem. Ficou contra a posição do nosso sensível líder, que queria acabar com o isolamento, e para piorar, ainda passou a duvidar da cloroquina. Logo ele? Um patriota nunca tem minhoca na cabeça, mas esse Teich parece que tinha. Teve um pessoal que até achou uns antepassados dele comunistas, mas acho que não... Para mim isso foi “trabalho” do Mandetta, aquele invejoso, amigo do traíra do Moro e cúmplice do Dória. Só pode.
 
Coitado do presidente. Mais uma vez, teve que encarar a decepção. Vinte e oito dias depois de nomear, fez Teich se demitir. Mas agora, não ia errar. Médicos são todos idiotas, percebem? De que outra forma você explicaria alguém precisar estudar dez anos para atender alguém? E ainda vestem branco. Se médico prestasse, vestia verde-oliva camuflado e trocava bisturi por fuzil. Por que não? 
 
Gênio é gênio. E assim, nosso presidente, em outro vislumbre que ninguém mais teve, resolveu botar os bons comandantes das forças-armadas para tomar conta do Ministério da Saúde. Escalou para a função suprema o general Pazuello, especialista em logística convertido em chefe da Saúde no meio da maior epidemia dos últimos 100 anos. Coisa incrível, né? Mesmo porque, gente como o Pazuello não pensa sozinho. Obedece, simplesmente. Segue a hierarquia. É ou não é a solução? Agora tem comando, pô!
 
Não sei o que acontece que a realidade teima em contrariar o grande presidente Bolsonaro. Depois dos governadores todos insistirem em combater o vírus, dos prefeitos terem que abrir covas para enterrar alguns milhares de vítimas, da mídia golpista esparramar terror, até o “irmão” Trump começou a criticar a gente. Primeiro, cortou os voos. Depois, proibiu os brasileiros ou quaisquer outras pessoas que passem por aqui de pisar na América. Patifaria! Como é que o Eduardo 02 vai fazer para visitar os amigos da hambugueria onde trabalhou na América? Para piorar, o Trump ainda falou nesta semana que o Brasil e a Suécia não servem de exemplo para ninguém. E que se eles tivessem seguido o nosso caminho estariam contabilizando 2,5 milhões de mortos, ao invés dos 100 mil que perderam a vida por enquanto nos Estados Unidos. Sacanagem!
 
Quando os amigos decepcionam e ninguém entende a genialidade de uma ideia, às vezes é bom olhar o que fazem os inimigos. Mentes brilhantes como a de Bolsonaro estão muito à frente de seu tempo. Mas o bom é que pessoas do calibre dele nunca desistem. Portanto, se as pessoas insistem em desafiar a gripezinha e continuam a morrer, se os casos não param de se multiplicar, se ninguém entende que cloroquina é como chá de sete ervas e cura tudo, o que fazer?
 
Copia a Coreia do Norte e a China. Comunista é uma merda, mas de controle eles entendem. Isso a gente tem que admitir. Já viu oposição por lá? Governador dando entrevista? Mídia publicando o que quer e insistindo nesta bobagem de verdade? Então, é só fazer igual. Foi assim que o presidente Bolsonaro teve mais essa ideia fantástica nesta semana. Se as pessoas insistem em se infectar e morrer, vamos parar de contar os infectados e os mortos, igualzinho a China e a Coreia do Norte fazem. Simples, fácil, eficiente.
 
É só mandar o general Pazuello fazer que ele faz. Foi assim que o presidente mandou começar a atrasar a divulgação do boletim de novos casos e mortes todos os dias. Não adiantou, porque a mídia comunista ficava esperando para soltar as notícias ruins. Aí, o presidente matou a pau. Ao invés daquele monte de números, de gráficos, de falar em acumulado de mortes, simplificou tudo. Só os números de casos das últimas 24 horas, e sem somar. Vale o mesmo para as mortes. E números bem pequeninos, igualzinho letra miúda em contrato sacana, só depois das dez da noite.
 
E os números antigos? Vão ser “auditados”. Assim, o presidente pega três mortes e transforma em uma. Imagina a gente ganhar de Itália, de França, de Espanha em número de mortes? Nunca! É problema de estatística. Os novos relatórios feitos pela equipe do general Pazuello vão mostrar que temos menos casos do que eles. Se alguém contar os mortos, o presidente desmente, porque ele sempre está certo, ainda que esteja errado. De quebra, ainda presenteia o planeta com um novo conceito na pandemia. No mundo inteiro, discute-se a subnotificação, ou seja, há mais casos do que os relatórios conseguem identificar. No Brasil, graças à perspicácia do presidente Bolsonaro, teremos agora a supernotificação. O único lugar onde os dados oficiais serão considerados “maiores” do que a realidade.
 
Depois de ser o único país relevante onde o presidente ignora as orientações dos médicos, faz campanha contra o isolamento social, atravessa a pandemia sem ter visitado um hospital sequer com pacientes internados, não ter feito nem mesmo uma singela homenagem aos profissionais de saúde que lidam no front e, muito menos, ter demonstrado qualquer misericórdia com as famílias das vítimas, seremos conhecidos também como a nação que criou o conceito de casos supernotificados. 
 
É uma linda jabuticaba! Vamos culpar os doentes pelas mortes, as estatísticas pela pandemia, os governadores pela crise econômica e os comunistas pelo resto. E, ao invés de perder tempo com pesquisa e ciência, é só refazer o relatório e resolver o problema dos infectados e dos mortos, talkey?
 
I-na-cre-di-tá-vel, não é mesmo? Bolsonaro é ou não é um orgulho para todos nós?


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Gilmar
    07/06/2020 7 Curtiram
    Com certeza e´um grande orgulho, bem maior que todos os que politicos estão se aproveitando da situação para roubar. Maior orgulho também de pessoas que perde tempo para escrever um testão recheado de asneiras.
  • Rogério
    07/06/2020 4 Curtiram
    GCN tornou-se aquela ex namorada desprezada pela galera que precisa falar mal do ex patabreceber um minuto de atenção. Quando lança editoriais contra o presidente consegue sobreviver pela grande apoio que Jair Bolsonaro tem, ou seja. presidente empresta sua popularidade para a insignificância do GCN
  • Alberto
    07/06/2020 3 Curtiram
    Que saudades de Ulisses, Tancredo, FHC e tantos outros estadistas brasileiros. Infelizmente, somos obrigados a aguentar esse bronco e tosco, além de tudo, burro. Excelente texto, como sempre
    • Cleuber Alves de Sousa
      08/06/2020 4 Curtiram
      No mínimo é risível, Ulisses Guimarães maior culpado da entrega do comando do Brasil ao Congresso, essa raposa tirou todo poder dos presidentes militares e entregou ao congresso, por isso seu FHC teve que comprar todos projetos de importancia, por ex a CPMF que naqueles dias custou 200 mil a cada voto, falando em FHC um sociólogo que se passava por economista, só no Brasil, FHC usou a imagem de Adib Jatene e aprovou a CPMF que era para a saúde, depois de aprovado usou pada financiar seus delirios, Jatene deixou ok governo, vejam que a saúde brasileira poderia estar bem melhor, aí que saudades desses ESTADISTAS. Temos 100 milhões de brasileiros sem saneamento básico , não tenho saudade de nenhum político.
  • Paulo
    07/06/2020 4 Curtiram
    O comentário deste site em opinião. Mostra claramente set um site contra o Brasil. Mais que se une a esquerda e a imprensa podre. Que se une para atacar Bolsonaro.qurem os ladrões de volta ao. Poder. Quando Doria disse a mesma coisa e contrariou o Presidente mantendo o carnaval. Este site enfiou o rabo entre as pernas. Tomem vergonha na cara GCN
  • anderson ribeiro
    07/06/2020 4 Curtiram
    Parei de ler no meio do primeiro paragrafo, ate pq a estrutura mental do editor já foi desenhada no titulo. Nosso presidente Bolsonaro estancou uma sangria secular de nossas riquezas, contrariando aqueles que há muito matam o sonho dos brasileiros. Assim, a grita ainda é ouvida pelas viúvas dos desvios. Mas episódios após episódios nada se aproveitará de tanta ofensa gratuita. A esquerda brasileira perdeu a capacidade de mobilização e o que vemos hoje, entre outras, são arroubos editoriais no exercício do JUS SPERNIENDI, é o que restou... Logo a sociedade do bem percebeu o desespero e a cada manifestação desse tipo vê momentos de risos quase incessantes. Acredito que não há um brasileiro honesto que discorde da seguinte afirmação: SE A FESTANÇA COM NOSSOS IMPOSTOS NÃO TIVESSE ACABADO ESSE MI MI MI NÃO EXISTIRIA. Pense no pais e se prepare para as próximas eleições. O povo está cada vez mais com Bolsonaro e sigamos em frente rumo à reeleição.
    • darsio
      08/06/2020
      Parabéns ao Asdrúbal por mais um comentário sensato e, que certamente se coloca como mais um basta ás diarreias que os lunáticos bolsominions vivem defecando.
  • anderson ribeiro
    07/06/2020 4 Curtiram
    E para finalizar minhas impressões, passei pela ultima frase do artigo e respondo: Sim Bolsonaro é um orgulho para todo brasileiro pagador de pesados impostos e que ama os simbolos nacionais BANDEIRA BRASÃO HINO e SELO NACIONAIS
    • Asdrúbal da Franca
      07/06/2020 4 Curtiram
      Eu sou um cidadão brasileiro, trabalhador e pagador de pesados impostos, e MORRO DE VERGONHA e ASCO dessa abominação que vocês fanáticos bolsominions chamam de mito! É preciso ter algum problema de CARÁTER ou MENTAL para sentir orgulho de um sujeito tão LASTIMÁVEL quanto o prejumento Bolsoasno!
    • darsio
      08/06/2020
      Pago cerca de 40% dos meus rendimentos em impostos. Não sonego, como fazem muitos profissionais liberais. Não compro e nunca comprei notas fiscais para fins de declaração de imposto de renda. Meus bens são perfeitamente compatíveis com o valor declarado no imposto de renda. Portanto, meu caro! Sou brasileiro e vivo honestamente, pois fui muito bem formado por uma escola chamada pai e mãe. Trabalho desde muito jovem e dou valor a cada centavo ganhado. Aliás, o que eu tenho não foi ganhado e, sim conquistado ás custas de muito suor, noites mal dormidas e outras dificuldades. Digo tudo isso, pois não me faço ignorante e muito menos desonesto. E, tenho clareza de que não me coloco como um idiota para acreditar nas mentiras desse presidente amante do nazismo e de rabo preso com as milícias que se formaram no bojo da polícia militar. Você diz que não leu o artigo, mas diferente da sua desculpa, a verdadeira justificativa está no fato de que não possui a mínima capacidade para ler e interpretar e, muito menos para estabelecer relação com o momento que vivemos. Além disso, tudo que sabe fazer é atacar o portal GCN sem demonstrar qualquer capacidade qualitativa de argumentação. Então, volta a lhe perguntar por qual motivo acessa esse portal? Basta! Leia alguma obra do tal olavo de carvalho (em minúsculo pela sua insignificância), tipo: A invasão da Terra plana pelos comunistas marcianos.
  • Luciana Nicolela
    07/06/2020 2 Curtiram
    Esse presidente do Brasil é um gênio medíocre. Tenho vergonha de dizer que votei nele. Esperávamos uma mudança, o combate a corrupção mas o que ele faz é unir-se a partidos de centro repletos de corruptos. Muitos negam o Coronavirus. Só quem se depara com um caso na família sabe a tristeza que é lidar com essa Covid-19. Nosso sobrinho de 39 anos sem nenhuma comorbidade adquiriu esta doença em São.Paulo. Foram 21 dias usando respirador e muita angústia para toda família. Agora vem esse Senhor intitulado mito (até hoje não sei do quê) dizer que é uma gripezinha. E pior... quer esconder a verdade dos brasileiros. Confio na imprensa. Sei que não deixarão isso acontecer. Parabéns pelo artigo Corrêa Neves Junior.
  • Jose osmar
    07/06/2020 4 Curtiram
    Eu acho que sabia mesmo foi a esquerda caviar que em 30 anos no poder jurando tudo pelo social e defender os trabalhadores , foi a epoca em que os Banqueirs tiverem os lucros mais exorbitantes do planeta , genio mesmo foi quem apoia O Lula, que nunca leu um livro , e que elegeu Dilma que ensaca o vento e que vive saudando a mandioca e ja que o Sr citou um inglês, vamos lembrar Winston Churchill que disse O vicio inerente ao capitalismo e a distribuicao desigual de benesses , o do Socialismo e a distribuição por igual das miserias .
    • darsio
      08/06/2020 3 Curtiram
      Mas, você vai ficar vivendo no passado? Acorda sujeito! Estamos em 2020 e, sendo governado por uma pessoa que, além de medíocre e burra, não tem nada de honesto. Ou você não acompanha a venda de cargos para os bandidos do tal centrão que, ele tanto criticou nas gestões passadas? Se vende para se poupar, pois sabe que seu rebanho mal chega a 28%. Ou ainda o uso de estatais para financiar sites e veículos propagadores de fake news. E, o que dizer das rachadinhas da família, cujo patrimônio é imensamente maior do que o declarado e profundamente incompatível com as fontes de remuneração? E, se ele é tão honesto como diz, por qual motivo busca controlar a PF, notadamente no seu estado? Afinal, se ele nada deve, não tem o que temer. Mas, se ainda ficar preso no passado, então vamos aconselhar os italianos a justificar os problemas atuais do país em Nero. Isso mesmo! Aquele imperador louco que colocou fogo em Roma. Mas, vamos falar baixinho, viu, Pois, também temos um presidente louco e, para piorar, ele é muito, mas muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito burro!
  • darsio
    07/06/2020 2 Curtiram
    Bolsonro não é apenas um burro. É um mal caráter que zomba das pessoas que morreram por conta do coronavírus. Um covarde que, na maior cara de pau cortou 87 milhões do Bolsa Família para bancar suas propagandas recheadas de asneiras e em veículos que vivem disseminando fake News. Um maluco que vive dizendo que o país está ameaçado por comunistas, sem ter a noção de que a Guerra Fria há muito tempo acabou e a União Soviética não existe mais. Um personagem profundamente rejeitado por autoridades no exterior. Nem o Trump o quer por perto. Isso mesmo! Um nazista, idiota, burro, cínico e tantos outros adjetivos desse naipe. Mas, estamos no aguardo da choradeira dos currais. E, logo um dos quadrúpedes ruminantes abrirá a privada, digo boca, para defender o asno fascista que nos desgoverna. E, aí galera do curral! Abrem suas bocas pois quero dar gargalhadas.
  • Cleuber Alves de Sousa
    08/06/2020 4 Curtiram
    Outra vez o vereador que esquece de comentar os problemas da cidade para se meter em assuntos nacionais. Não fosse esse colunista não haveria problema, mas que tem trabalho deve trabalhar e não perdendo seu tempo, até porque nem seu patrimônio pessoal tiveste competência em manter.
  • Luiz Baldoino
    08/06/2020 4 Curtiram
    Simplesmente; lamentável o texto cínico e hipócrita do colunista, que admito ter formação, porém a utiliza de forma leviana e inescrupulosa. Na condição que ocupa, penso que seria muito mais proveitoso, gastar seus verbos com informação equilibrada e honesta, sem idealismo idiota. Entendo que , melhor proveito faz, quem tem oportunidade de informar imparcialmente, o faça. Não é nenhum favor, sim obrigação de um patrióta.
  • Asdrúbal da Franca
    08/06/2020 3 Curtiram
    Não há mais muito o que dizer: quem ainda apoia o canalha do Bolsoasno, o chama de mito e tem orgulho do criminoso que ele é, não é mais alguém enganado, de boa-fé...Me desculpem, é MAL CARÁTER mesmo, porque já houve tempo suficiente para se perceber a espécie de fascínora dissimulada que o orangotango-mito é!
  • darsio
    08/06/2020 1 Curtiu
    Uma certeza nós temos. Se Cristo voltasse aos dias atuais, certamente ele já teria sido crucificado novamente. E, apedrejado! Aquele seu discurso de amor ao próximo, de humildade e de um mundo sem fome, sem guerras e pobreza, lhe faria ser taxado de comunista pelos ruminantes fanáticos do bozo. Isso mesmo, co-mu-nis-ta. Logo, ele teria de mudar seu discurso e, cobrar pelos seus milagres, acumular fortunas e, com relação a aqueles que não pudessem pagar, então ele lhes diria: porra! Foda-se (parafraseando o mico, digo o mito).
    • Asdrúbal da Franca
      08/06/2020
      Parabéns Darsio! Não lhe conheço pessoalmente, mas já sou seu admirador...Assim como eu vem combatendo com firmeza a demência, loucura e cegueira dessa horda de fanáticos que veem comunismo até num pé de tomate! E vem fazendo isso com muito bom humor...humor ácido e contundente! (se bem que os neurônios desses minions não entendem muito bem tudo o que tem mais de 3 palavras)
  • Francisco Matos
    08/06/2020
    INACREDITÁVEL, como tem antas nesta cidade. Afrontam contra um texto que apenas explícita as idiotices de um doente mental no executivo. O texto do jornalista é omisso em não afirmar que o presidente, além de um extremo idiota que está levando o país ao caos, e criminoso e GENOCIDA. Seus BOLSONIONS do inferno, abram o you tube e vem que 100% dos bloguistas, grande parte ajudou colocar esse verme no poder, todavia agora, como mais arrependida, são unânimes em mostrar que estamos passando vergonha pela mídia de todo planeta. A destruição é irreversível se esse assassino continuar até 2022.
  • Gustavo A Fonseca
    08/06/2020 3 Curtiram
    Gostei muito do último parágrafo. Nosso presidente é sim um grande orgulho! Direita no poder por pelo.menos 20 anos pra livrar o país dessa corja!
  • Jose osmar
    08/06/2020 2 Curtiram
    Existem pessoas que são tão sabias que menosprezam a verdade , e se esbirram no entendimento ,O sabio quando e corrigido aceita e fica mais sabio , ja o tolo se encoleriza e fica mais tolo ,vamos ver a quem vai servir a carapuça?
    • Asdrúbal da Franca
      08/06/2020
      A carapuça lhe serve, mas tem que abrir dois furos laterais para passar sua orelhas de burro...kkkkkkkkkk A mim e ao Darsio não serve, certamente, pois não há cólera nenhuma em nossos comentários, apenas boas risadas da demência coletiva de uns tantos de minions fanáticos!!
  • Darsio
    08/06/2020
    Sabe do que estou sentindo falta? As asneiras do Alex. Poxa vida, Alex. Fale um pouco das suas bizarrices, pois precisamos rir. Vai Alex! Saia do curral e nos divirta com as suas asneiras, vai!
Veja mais Corrêa Neves Jr

CLIMA EM FRANCA

30°
19°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2337
    Sorteio: 02, 09, 34, 49, 51, 55 Data: 23/01/2021
  • Quina: 5475
    Sorteio: 23, 37, 42, 46, 79 Data: 25/01/2021