04 de julho de 2020

Brasil e Mundo

PRAZO

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação prorroga prazos do Fies

A prorrogação levou em consideração a declaração de emergência em saúde pública em razão da pandemia do novo coronavírus.

Brasil e Mundo 5 dias atrás - Repórter: Agência Estado
Foto de: Agência Brasil/Divulgação
O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou para o dia 31 de julho de 2020 os prazos para validação pelas Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e para formalização do financiamento estudantil junto ao agente financeiro do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), referente às inscrições do 1º semestre de 2020 que estão vencidas.
 
A prorrogação levou em consideração a declaração de emergência em saúde pública em razão da pandemia do novo coronavírus e está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.
 
O prazo estabelecido para o estudante comparecer à CPSA para validar suas informações era de cinco dias contados a partir do dia imediatamente subsequente ao da conclusão de sua inscrição no Fies.
 
Agora, esse prazo fica prorrogado por 30 dias.
 
Também fica estendido por 30 dias o prazo para o estudante comparecer a um agente financeiro, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data de validação da inscrição ou pré-seleção pela CPSA.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • darsio
    5 dias atrás
    Esse pessoal adorador do mito deprecia mais esse artigo, pois julgam que há um complô comunista para derrubar o bozo e, que para isso seus críticos vivem inventando mentiras. Meu Deus, quanta imbecilidade temos de aturar? Esse governo é feito de mentiras e a mais recente se chama Carlos Alberto Decotelli. Isso mesmo, o ministro da educação. Disse o bozo e o próprio ministro que, este possui doutorado e pós-doutorado. Ocorre que o reitor da Universidade Nacional do Rosário, na Argentina, veio a público e disse que o ministro não obteve o título de doutor, por que sua tese foi reprovada pela banca examinadora. Isso mesmo! RE-PRO-VA-DA. Agora, a assessoria de imprensa da Universidade de Wuppertal, na Alemanha, declarou que o ministro também não obteve qualquer título na universidade, muito menos de pós-doutorado. Essas universidades estrangeiras também são comunistas? E, olha que a Fundação Getúlio Vargas está investigando se houve plágio na dissertação de mestrado apresentada pelo ministro, o qual já adiantou que houveram “falhas técnicas”. Na verdade meus caros, se os dois primeiros ministros da educação do governo bozo eram lunáticos e viviam enxergando comunistas até nos asteroides, além de seguirem a cartilha de um velho gagá que só se comunica por mio de palavrões, agora temos outro que é MENTIROSO e REPROVADO. Isso mesmo! Nossas crianças deverão se espelhar em uma autoridade mentirosa e reprovada. VIVA O TERCEIROMUNDISMO!
Veja mais Brasil

CLIMA EM FRANCA

26°
12°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: