01 de dezembro de 2020

Franca

VIOLÊNCIA

Candidato a vereador em Franca sofre ameaça e vai à polícia

Guilherme Cortez relata que recebeu mensagem dizendo: 'A gente vai no comício te encher de porrada'.

Franca 23/10/2020
N. Fradique
da Redação
Divulgação
Guilherme Cortez esteve no DP e registrou boletim de ocorrência de ameaça
O candidato a vereador em Franca Guilherme da Costa Aguiar Cortez, pelo partido Psol, registrou boletim de ocorrência de ameaça nesta quinta-feira, 22, no 3º Distrito Policial.
 
Guilherme Cortez recebeu uma mensagem via Whatsapp de autoria desconhecida de um número estrangeiro com um símbolo na foto do perfil fazendo alusão ao nazismo dentro da bandeira brasileira. A mensagem diz: “Seu m....vai ser vereador é? A gente vai no comício de encher de porrada”.
 
Guilherme faz parte do movimento LGBT e é colaborador da campanha da candidata a prefeita de Franca Marília Martins, também do Psol. “Sou candidato a vereador aqui em Franca pelo Psol. Eu sou LGBT e essa é uma das pautas de nossa campanha. Fazemos muito conteúdo nas redes sociais, principalmente. A gente tem um telefone que usamos pra campanha com o número nas nossas redes sociais, nos nossos materiais impressos para as pessoas entrarem em contato e a gente recebeu, através desse telefone, uma mensagem de um número estrangeiro que imaginamos ser de algum programa que consegue vincular um número de outro país pra não ser identificado”, explicou Guilherme Cortez. 
 
O candidato a vereador disse que apresentou todos os prints às autoridades, ao prestar a ocorrência no Distrito Policial. “Evidentemente, é uma tentativa de intimidação política. A gente sabe que por ser do Psol, de um partido de esquerda, por ser uma candidatura LGBT e jovem, a gente sabe que essa turma extremista, esses grupos neonazistas, que infelizmente temos na cidade, tem muita aversão e o método deles é a intimidação. A gente acredita que as mensagens tenham vindo nesse intuito.”
 
O Psol de Franca não confirmou se irá realizar algum comício como diz a mensagem. “A gente nem tem um comício propriamente marcado. Eu acho que foi uma ameaça genérica, mas a gente tem certeza que foi pra botar medo na gente, intimidar, pra tentar silenciar o que a gente defende. Se é isso que eles queriam, não conseguiram! Essas atitudes nos mostram que estamos no caminho certo e nossa campanha segue com mais determinação do que nunca”, finalizou Guilherme Cortez


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Agnaldo Souza
    23/10/2020 3 Curtiram
    Os fascista não passarma, em Brasília, em São Paulo e em Franca. Força e solidariedade ao candidato do PSOL.
  • Darsio
    23/10/2020 2 Curtiram
    Esse covarde que ameaça o candidato tem o perfil exato de bolsominion que, como sabemos é em geral preconceituoso, intolerante, fascista e burro no sentido mais puro da palavra. Tem de ser identificado e colocado na cadeia. Xadrez para esse vagabundo!
  • Antifa
    23/10/2020 3 Curtiram
    Fascistas não passarão. Ouso dizer que esse indivíduo que fez a ameaça pertence a um certo moto clube. E tem uma banda com letras de cunho neonazistas. Os mesmos responsáveis por um brutal assassinato no D.A da Unesp. No início da década de 2000. Polícia Civil/DECRIN cadeia nesses neonazistas francanos.
Veja mais Local

CLIMA EM FRANCA

31°
19°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2318
    Sorteio: 28, 44, 52, 54, 58, 60 Data: 14/11/2020
  • Quina: 5418
    Sorteio: 22, 35, 44, 53, 66 Data: 17/11/2020