29 de novembro de 2020

Eleições 2020

SABATINA COM PASTORES

'É muito difícil você ser um só contra sete', diz Gilson sobre as eleições

Afirmação foi feita em sabatina realizada pelo Conselho de Pastores de Franca, com sete dos oito candidatos à Prefeitura. Aborto, costumes tradicionais e ideologia de gênero foram algumas das pautas discutidas.

Eleições 2020 28/10/2020
Heloísa Taveira
da Redação
Divulgação/Conselho de Pastores de Franca
Uma das principais questões discutidas foi a união da igreja e do governo municipal para atender a população
O prefeito Gilson de Souza (DEM) participou de uma sabatina promovida pelo Conselho de Pastores de Franca, na segunda-feira, 26, com sete dos oito candidatos à Prefeitura. Em uma das questões, criticado pelo adversário Rafael Bruxellas (PT), o atual prefeito que disputa a reeleição disse que “é muito difícil” ser “um só contra sete”.

Em um modelo diferente, adaptado às questões religiosas, a sabatina contou com a presença de sete dos oito candidatos. Marília Martins (Psol) foi a única que não compareceu. Ela afirmou não ter sido convidada.

Uma das principais questões discutidas foi a união da igreja e do governo municipal para atender a população. Todos os candidatos, sem exceção, afirmaram que é fundamental essa participação e que atenderiam com “zelo” as pautas evangélicas.

Ao serem questionados sobre o aborto, ideologia de gênero nas escolas e preservação de costumes tradicionais, a maioria se mostrou alinhada à pauta evangélica. “O mais importante da família é o marido e mulher. Claro que vamos ser contra o aborto e a ideologia de gênero, temos que melhorar a condição de acolhimento da família para que ela tenha bons frutos”, disse o candidato Alexandre Ferreira (MDB). 

A candidata Flávia Lancha (PSD) também afirmou que não defende o aborto e a educação sexual. “O que a gente vê são crianças perdendo a infância. As crianças estão tendo contato com essa questão da sexualização. Orientação tem idade, tem uma época certa para isso acontecer, mas não na infância”, disse.

João Rocha (PSL), na contramão de uma posição muito conservadora, defendeu que todas as pessoas devem ser respeitadas, independente de costumes. “Se nós tivermos um menino ou uma menina que não tenham a vontade de viver como casal que nós chamamos de ‘normal’, eu acho que essas pessoas também precisam ser acolhidas e devem ser respeitadas. Embora eu defenda duramente a família, qualquer outra situação, desde que tratemos de pessoas, nós precisamos e vamos respeitar”, afirmou.

Além disso, os candidatos falaram sobre a pandemia e muitos criticaram as medidas tomadas pela administração atual. “Com todo respeito, ninguém fez praticamente nada em relação à pandemia”, disse o candidato Rafael Bruxellas (PT). “Foi aprovada uma obra de R$ 3,5 milhões que era destinada para investimentos para fazer um viaduto na avenida Champagnat. Poderia ter sido utilizada para a construção de um hospital de campanha, para a ampliação do número de leitos e nós não teríamos a falta de leitos que tivemos, nem o acúmulo de cirurgias eletivas.”

O prefeito e candidato Gilson de Souza (DEM) rebateu. “Política é uma arte mesmo. A gente vê a argumentação dos candidatos para conseguir o apoio, trazendo informações distorcidas. Quando ele (Bruxellas) fala que eu estou fazendo um viaduto, que eu poderia usar o dinheiro, eu tenho que justificar. Esse dinheiro que veio é do Pré-Sal e é verba carimbada. Eu não posso usar para outra coisa, porque eu estaria cometendo um crime. Então tem que explicar, porque toda hora ele fala na televisão, fala aqui...”, disse o prefeito. “É muito difícil você ser um só contra sete.”



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Carlos
    28/10/2020
    Para quem é competente e inteligente nada é dificil.
  • tomas
    28/10/2020
    O mundo ta acabando mesmo. Os candidatos da direita de Franca são mais reacionarios que o da extrema direita... Ambos usam Deus e Familia pra ganhar votos... NOJO!
  • Verdade
    28/10/2020 1 Curtiu
    É igual alguns candidatos a prefeito promete q vai interliga bairro promete 1500 empregos um fala q vai investir em clínica particular q isso população abre o olho o dinheiro realmente é verba direcionado pra uma coisa saúde e pra saúde educação pra Educação agora vem um falando que vai fazer isso ou aquilo muito me admira porque são pessoas que já tiveram lá e sabe como funciona outro já teve a muito tempo lá na época até poderia ser hoje tem muito mas lei é mas órgão fiscalizando tem do a verdade e uma só as verbas tem os destinos é Secrataria certa o jornal poderia fazer uma matéria pra explicar pro seus leitores melhor como ele mesmo falou numa matéria atrás q Sr prefeito não foi no seu Debate na Difusora quem perde é a população ajuda aí
  • Fabiano gomes
    29/10/2020 2 Curtiram
    7 candidatos......é o mesmo que 6 por meia dúzia!!!! Políticos são todos farinha do mesmo saco...Bobo é quem defende e briga por candidato A B C...kkkk
  • Douglas
    30/10/2020
    O que fizeram para Franca Adermis como vereador? So falou mal do prefeito e como deputado ferrou os trabalhadores do Brasil. Alexandre - medicos irregulares. Flavia - assumiu a secretaria e fechou projetos como a incubadora. Gilson - poupa tempo. AME. BOM PRATO. Pagou dividas com os servidores. Melhorou o transito etc
Veja mais Franca

CLIMA EM FRANCA

29°
18°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2318
    Sorteio: 28, 44, 52, 54, 58, 60 Data: 14/11/2020
  • Quina: 5418
    Sorteio: 22, 35, 44, 53, 66 Data: 17/11/2020