04 de março de 2021

Franca

|NOTÍCIA ATUALIZADA|

Fim do relacionamento seria motivo de assassinato seguido de suicídio em Patrocínio

Arnaldo Ramos Viana, de 50 anos, cometeu suicídio após matar com três tiros sua ex-namorada Dalice Ferreira Brito Cardoso, também de 50 anos. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Franca.

Franca 01/12/2020
Kaique Castro
da Redação
Reprodução
Imóvel onde aconteceu o assassinato seguido de suicídio, em Patrocínio
O crime que chocou a cidade de Patrocínio Paulista e acabou com duas pessoas mortas na manhã desta terça-feira, 1º, teria sido motivado pela não aceitação do assassino do fim do relacionamento. Arnaldo Ramos Viana, de 50 anos, cometeu suicídio após matar com três tiros sua ex-namorada Dalice Ferreira Brito Cardoso, também de 50 anos. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Franca
 
Segundo informações da Polícia Civil, Dalice e Arnaldo estavam juntos há cerca de um ano e, há duas semanas, se separaram. Em mensagens encontradas no celular da vítima, o autor do crime afirmava que não conseguiria viver sem ela. O casal morava de frente um para o outro na rua Frutal, no Jardim Continental. 
 
Na manhã desta terça-feira, Arnaldo chamou Dalice para ir a sua casa e retirar alguns pertences. Foi neste momento, que ele atirou contra a ex-namorada, por três vezes, na garagem da residência. Em seguida, o homem disparou contra si mesmo e se matou.
 
Uma filha de Dalice, de apenas 10 anos, percebeu a demora da mãe e foi até a casa onde ela estava e se deparou com o casal caído na garagem. Ela chamou o irmão mais velho, que acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).
 
Arnaldo morreu na hora. Dalice foi socorrida até a Santa Casa de Patrocínio em estado grave e, posteriormente, foi encaminhada para a Santa Casa de Franca, onde horas depois do crime morreu. 
 
Segundo informações de testemunhas, Arnaldo era uma pessoa muito fechada e não aceitava conselhos. Ele teria procurado a administração do cemitério nesta segunda-feira, para regularizar a situação de uma sepultura no local. 
 
Após o crime, os corpos de Arnaldo e Darice foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Franca, e deverão ser liberados para velório e sepultamento. 
 
O caso foi registrado na Delegacia de Patrocínio Paulista, como homicídio qualificado e suícidio. A polícia deverá ouvir familiares das vítimas, nos próximos dias, para saber o real motivo do crime.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Alguém
    01/12/2020 1 Curtiu
    Quantas mais , tem hora que tenho até medo de ser mulher , pois não há segurança somos expostas ao machismo
  • ALEXANDRE CESAR LIMA DINIZ
    02/12/2020 2 Curtiram
    Para isso que tem servido armas nas mãos de \"homens de bem\".
    • Alex
      02/12/2020
      Com certeza não era um homem de bem e também com certeza não era uma arma legalizada. Não era um homem de bem assim como os jovens oprimidos e sem laser que marcam confrontos pela internet e atormentam a vida dos frequentadores, estes de bem, do shopping.
    • Ana
      02/12/2020 3 Curtiram
      E sempre foi assim, arma se consegue em qualquer lugar. Por isso mesmo sou a favor de arma na mão das mulheres também.
Veja mais Região

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001