19 de janeiro de 2021

Franca

INVESTIGAÇÃO

Promotor pede afastamento de diretor, coordenador e agente da Fundação Casa

'No geral, confirmaram agressões e ameaças partidas do diretor, de um coordenador e de um agente de apoio socioeducativo. Além disso, documentos obtidos confirmaram essas violências', disse o promotor.

Franca 12/01/2021
Kaique Castro
da Redação
Arquivo/GCN
Promotor fez uma inspeção na Fundação Casa de Franca
O promotor de Justiça da Infância e Juventude de Franca, Anderson de Castro Ogrizi, pediu na tarde desta terça-feira, 12, o afastamento provisório do diretor, do coordenador e de um agente socioeducativo da Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente).
 
Um inquérito foi instaurado pelo Ministério Público nessa segunda-feira, 11, para apurar as denúncias publicadas com exclusividade pelo GCN, que apontam que dentro da instituição adolescentes seriam vítimas de agressões.
 
De acordo com o promotor, a partir dos fatos relatados por agentes e familiares na reportagem, o MP realizou uma inspeção na Fundação Casa de Franca. Ao todo foram ouvidos oito funcionários e quatro adolescentes, que confirmaram as agressões. 
 
“No geral, confirmaram agressões e ameaças partidas do diretor, de um coordenador e de um agente de apoio socioeducativo. Além disso, documentos obtidos confirmaram essas violências. Os funcionários também se referiram à pressão e constrangimentos para que notícias de abusos não fossem lançadas em sistema próprio da Fundação Casa para evitar que fossem encaminhadas à Corregedoria”, afirmou o promotor. 
 
Ainda segundo Ogrizi, diante de todos os elementos e provas reunidas, a promotoria pede o afastamento provisório do diretor Marcelo Viana Barense, do coordenador Erivan de Melo e de um agente socioeducativo que não teve seu nome divulgado. 
 
“Foi pedido o afastamento provisório dos apontados agressores para que seja possível o aprofundamento das investigações e conclusão definitiva sobre todo o ocorrido”, finalizou o promotor. 
 
Além do Ministério Público, a Corregedoria da Fundação Casa segue no caso e informou que tem até 90 dias para encerrar as investigações. 
 
 
Denúncias

As denúncias feitas por agentes e familiares de internos apontam que "práticas criminosas" acontecem na Fundação Casa. Acusações de agressão contra adolescentes, assédio moral contra os servidores e até estupro foram obtidas com exclusividade pelo GCN.
 
Num termo circunstanciado, dez agentes de apoio que atuam na unidade apontam o que classificam como “inúmeras práticas criminosas”. Boletins de ocorrência também foram registrados na Polícia Civil.
 
Leia Mais:


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • marcos
    12/01/2021 4 Curtiram
    cana nesses safados irresponsáveis
  • Abreu
    5 dias atrás 5 Curtiram
    Nunca ví, nessa tal fundação te mais problemas vindo dos funcionários do que dos internos, tem administração isso não?.
  • Rimel Oliveira
    5 dias atrás 3 Curtiram
    Ihhhh..... Deu ruim, pedido negado. Sinal que não foram bem assim os fatos.... Segurem-se agentes, agora a cobra vai fumar.... Demissões em massa para caguetas covardes....
Veja mais Local

CLIMA EM FRANCA

30°
18°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena: 2335
    Sorteio: 09, 18, 23, 42, 47, 49 Data: 16/01/2021
  • Quina: 5469
    Sorteio: 10, 14, 29, 63, 72 Data: 18/01/2021