06 de março de 2021

Franca

CORONAVÍRUS

Região passa dos 80% de lotação de UTIs e fase vermelha passa a ser ameaça

Se nesta quinta-feira, dia 21, o índice continuar acima dos 80%, o rebaixamento para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, será inevitável. O anúncio da próxima reclassificação será na sexta, 22.

Franca 19/01/2021
Luciano Tortaro
da Redação
Reprodução
Atual mapa do Plano SP, em vigor desde ontem
No dia em que entrou na fase laranja do Plano São Paulo, Franca e região registraram 81,4% de taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid. Nessa segunda-feira, 18, segundo dados do Governo do Estado, os municípios do DRS-VIII (Departamento Regional de Saúde) ultrapassaram a marca que pode levá-los para a fase vermelha, a mais restritiva do programa de reabertura da economia paulista.

Com as mudanças no Plano SP, agora apenas o quesito taxa de ocupação de leitos de UTI Covid é capaz de determinar que uma região vá para a fase vermelha. O rebaixamento acontece quando a lotação passa dos 80%.

Franca retrocedeu à fase laranja também por causa da ocupação de UTIs, que na última quinta-feira estava em 70,2%. Em apenas quatro dias, a lotação dos leitos de tratamento intensivo na região de Franca subiu 11,2 pontos percentuais.

Se nesta quinta-feira, dia 21, o índice continuar acima dos 80%, o rebaixamento para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, será inevitável. O anúncio da próxima reclassificação será na sexta, 22.

De acordo com dados do Governo do Estado, a média móvel dos últimos sete dias apontava para 77,14 pacientes internados nos 94,71 leitos de UTI Covid existentes nos 22 municípios do DRS-VIII. Apenas ontem, foram 22 novas internações. A variação semanal é de 46,6% mais hospitalizações em relação aos sete dias anteriores.

Ainda segundo os dados estaduais, a região tinha até ontem 19.749 casos positivos da covid-19 e 528 mortes.

Para tentar reverter o quadro, a Prefeitura de Franca trabalha para colocar em funcionamento sete leitos de UTI Covid, que foram desativados pelo Estado no Hospital do Coração.

O que muda
Atualmente na fase laranja, os bares são proibidos de abrir, podendo funcionar apenas com entrega na porta, em casa ou em carros, e os demais estabelecimentos, excluindo os essenciais, devem fechar às 20 horas, com limite de funcionamento diário de oito horas.

As regras alteraram, por exemplo, o horário de abertura das lojas de rua, que desde ontem estão funcionando das 9 às 17 horas, e do Franca Shopping, que abre das 12 às 20 horas. Restaurantes e lanchonetes também devem encerrar o atendimento presencial ao público às 20 horas.

Já na fase vermelha, tudo fecha, como restaurantes, lojas, shoppings, academias, escritórios e salões de beleza. Só podem funcionar os serviços e comércios essenciais.

Leia mais:
Franca tem 151 novos casos nesta segunda; média bate recorde e UTIs lotam



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Sueli
    19/01/2021 3 Curtiram
    Só não vai para a fase vermelha pq no dia que o governador for falar as mentiras aparecem, o número de pessoas com covid cai para 70 por cento, aí a tarde volta a 100 por cento...
  • adilson
    19/01/2021 1 Curtiu
    E OS MEDICOS SENHOR PREFEITO , A POPULAÇÃO PRECISA DE ATENDIMENTO
  • Santos
    19/01/2021 3 Curtiram
    Põe essa cidade no vermelho logo ninguém precisa trabalhar mesmo a economia tá normal os empregos estão normais tá todo mundo tranquilo nessa cidade
  • carlos alberto muoio de paiva
    19/01/2021
    Fecha Logo, ninguem precisa trabalhar todo mundo e funcionario publico, então salario ta garantido....
  • Márcio
    19/01/2021 2 Curtiram
    O problema que não são os trabalhadores que estão levando Franca à fase vermelha. São aqueles negacionistas que ainda não atentaram para realidade atual e ficam aglomerado e se opõe ao uso de máscara. Esses são os verdadeiros responsáveis. Não adianta culpar governador e nem o prefeito.
  • Alceu Vicente da silva
    20/01/2021 2 Curtiram
    Quanto ao comentário feito pelo senhor Carlos Paiva sobre está notícia, quero dizer pro senhor que me tornei funcionário público para fugir do desemprego causado pelos governos,Collor e FHC,que foi uma tragédia para os trabalhadores do calçado, lutei muinto ,para passar em concursos difíceis, passando noites sobre pilhas de livros,tenho segurança sim,mas com a pandemia passei a trabalhar muinto mais mais,eu lutei pra mudar de vida e consegui é tenho muinta honra em dizer que não contribui para a chegada desse Facínora ao poder,só que muinta indignação vejo que meus colegas que vivem do calçado além de não evoluir profissionalmente,continuam votando em figuras ridículas como estas que estão no poder atualmente
  • LÁZARO
    21/01/2021
    Infelizmente vamos para a fase vermelha, porque as pessoas perderam a noção do perigo
Veja mais Local

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001