06 de março de 2021

Franca

CORONAVÍRUS

Ribeirão Preto confirma circulação de variante de Manaus na cidade

Apesar do registro da variante, Ribeirão Preto não prevê mudanças nas regras de quarentena, por enquanto, descartando o lockdown e mantendo a volta às aulas prevista para o dia 1º de março.

Franca 22/02/2021

da Redação com informações de Estadão Conteúdo
Divulgação
Duarte Nogueira (PSDB), prefeito de Ribeirão Preto
Em entrevista coletiva de imprensa realizada no final da tarde desta segunda-feira, 22, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) confirmou a circulação da variante de Manaus do coronavírus, chamada P1, em Ribeirão Preto.

O estudo feito pelo Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), analisou 94 amostras de pacientes que testaram positivo para o coornavírus entre o final do ano passado e janeiro deste ano. Desse total, 12 deram positivo para a variante de Manaus.

A cidade a 90 km de Franca está na fase laranja do Plano SP, com 73,5% de taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na regional de Saúde e com 51.042 casos de Covid-19 e 1.202 mortes por complicações da doença. 

Também foram detectados casos da variante manauara em moradores de Serrana. Segundo o HC, nem todos os pacientes contaminados pela cepa brasileira estiveram em Manaus.

A variante do vírus que circula em Ribeirão é o mesma detectada em Araraquara, que possui poder de disseminação maior e pode ter causado o colapso na saúde araraquarense, resultando no lockdown que a cidade vve de ontem até amanhã.

Apesar do registro da variante, Ribeirão Preto não prevê mudanças nas regras de quarentena, por enquanto, descartando o lockdown e mantendo a volta às aulas prevista para o dia 1º de março.


Medo nas cidades vizinhas
Com medo do novo coronavírus e de suas mutações, quatro cidades próximas a Araraquara, no interior paulista, também decretaram lockdown. Os municípios são Américo Brasiliense, Boa Esperança do Sul, Rincão e Santa Lúcia. Linhas de ônibus entre as cidades foram suspensas. Araraquara já detectou mais de uma dezena de casos da variante amazônica do vírus e está em lockdown ampliado desde a manhã de domingo, 21. Os hospitais, que são referência para a região, voltaram a atingir 100% de lotação.

Américo Brasiliense, Boa Esperança do Sul, Rincão e Santa Lúcia amanheceram com as ruas vazias nesta segunda, 22.

As medidas, que fecham o comércio, os serviços não essenciais e impedem a circulação de veículos e pessoas exceto em casos de extrema necessidade, vigoram até 23h59 desta terça-feira, 23. Houve a instalação de barreiras para fiscalizar o cumprimento das restrições. A suspensão do transporte coletivo para Araraquara afeta moradores dessas localidades que se deslocam para trabalhar em serviços essenciais da cidade de maior porte.

Em Américo Brasiliense, o assistente de logística Filipe Gustavo Marcondes, de 20 anos, precisou usar o transporte por aplicativo, às 7 horas desta segunda, para chegar antes das 8 ao Hospital São Francisco, em Araraquara, onde trabalha. "A empresa está bancando o transporte, pois não podemos parar", disse.

Ele não está na linha de frente, mas o hospital atende pacientes com a covid-19, por isso o jovem redobra os cuidados. "Moro com minha avó, que tem 58 anos, e venho me cuidando muito desde o início da pandemia. Hoje, tudo o que vi no percurso foram ruas vazias, então acho que, enfim, as pessoas estão se cuidando também", disse.

O prefeito de Américo Brasiliense, Dirceu Pano (PSDB), voltou às redes sociais nesta segunda-feira para pedir à população o máximo de rigor no isolamento. "Semana passada estive aqui e disse que estávamos vivendo o pior momento da pandemia. Pois digo que o pior momento estamos vivendo agora e não sei como será amanhã."

A Defesa Civil foi convocada para atuar nas barreiras de fiscalização e orientação dos moradores. O coordenador, Valmir Lupe, disse que o movimento se restringe ao hospital estadual, que recebe pacientes de 26 municípios. "Chegam muitas ambulâncias e também veículos particulares trazendo médicos e outros profissionais da saúde, mas no resto da cidade está tudo parado. De manhã, só circulou a coleta de lixo, pois os ônibus também estão parados." Segundo ele, não foi por falta de aviso que a cidade chegou a esse ponto. "Trabalhamos muito na prevenção, mas só acreditam quando a vítima tem CPF e endereço", disse, numa alusão ao infectado ser pessoa conhecida.

A prefeitura de Rincão reduziu o horário do comércio, que passou a fechar às 18 horas, e proibiu a circulação de pessoas sem motivo para a saída de casa. "Policiais e fiscais estão orientando as pessoas que encontram pela rua. Elas precisam explicar por que saíram e para onde estão indo. Após as 18 horas, só abrem posto de gasolina e farmácia" disse, em nota, a assessoria de imprensa.

A empresa que opera a linha de ônibus entre Rincão e Araraquara suspendeu o serviço, alegando o bloqueio nas duas cidades. A medida afetou quem trabalha em serviço essencial na cidade maior, como a caixa de farmácia Marisa Beluzi. "Sem ônibus não sei como faço. Tem muitas pessoas de Rincão que trabalham no hospital e serviços de saúde de lá que não pararam", reclamou. A prefeitura informou ter entrado em contato com a empresa para resolver o impasse.

Em Boa Esperança do Sul, um carro de som percorre as ruas alertando que não se pode sair de casa. Ônibus de fora que chegam ao terminal rodoviário são abordados pela equipe da vigilância sanitária. A prefeitura suspendeu os atendimentos presenciais e as escolas públicas e privadas suspenderam o atendimento presencial. "Não há leitos na região e, se nada for feito, a situação vai ficar ainda pior", disse, em nota, a prefeitura.

Menor cidade do entorno de Araraquara, com 8.854 moradores, Santa Lúcia tinha ares de cidade fantasma nesta segunda, segundo o comerciante Otávio Luiz Boschi, dono de uma farmácia. "Estou com o estabelecimento aberto desde às 8 horas e até agora - são 14 horas - entrou uma pessoa, e foi só para medir a pressão", disse.

De sua farmácia, no Jardim Esperança, ele vê as ruas completamente vazias. "Aqui o povo aderiu bem, até porque está todo mundo muito assustado com os rumos da pandemia." O prefeito Luiz Antonio Noli (PR) fez apelo para os visitantes não irem a Santa Lúcia. "Não queremos passar pelo constrangimento de pedir para voltarem para trás", afirmou.

Em Ribeirão Bonito, que ainda não tem lockdown, a prefeitura instalou barreiras nos acessos para controlar a entrada de pessoas de outras cidades. Somente na manhã de domingo, quando o bloqueio começou a funcionar, 138 pessoas foram abordadas. Destas, 14 eram procedentes de Araraquara e tiveram de retornar. Outras 19 estavam com temperatura acima de 38 graus e foram encaminhadas para os serviços de saúde.

"Nossa situação é tranquila, se comparada com a de outras cidades, mas estamos tentando controlar o vírus e tomando essa medida em defesa da nossa população", disse a diretora de saúde Maria Eliza Alboleia. As barreiras seguem até o próximo dia 28.

Toque de recolher em São Bernardo
Diante do aumento no número de mortes pela covid-19 e superlotação nos leitos de terapia intensiva (UTI), a Prefeitura de São Bernardo do Campo anunciou nesta segunda-feira, 22, que haverá toque de recolher na cidade a partir do sábado, 27, entre 22 horas e 5 horas.

Além disso, o local também decretou a suspensão das aulas presenciais na rede pública de ensino. A decisão também afeta a rede privada, que também ficará com as aulas suspensas. O retorno deveria acontecer no próximo dia 1º de março, mas a previsão ficou para dia 15.

"A decisão se baseou no aumento da ocupação dos leitos de UTI na rede municipal, além do avanço da média móvel de óbitos. Com a decisão, também ficam suspensas as reuniões com pais e entrega de materiais e uniformes escolares que seriam realizadas nesta semana", informou a Prefeitura.

De acordo com o Ministério da Saúde, o total de casos em São Bernardo chegou a 43.327 e as mortes somam 1.471, segundo balanço divulgado neste domingo.

Outras regiões
Presidente Prudente e Barretos também anunciaram medidas mais restritivas no plano de combate à covid-19, regredindo para a fase vermelha do Plano SP.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Claudinei
    22/02/2021
    Jajá estará em franca
  • Hans Hermann Hoppe
    23/02/2021
    Logo essa porcaria chega a França e decretam lockdown. Depois de um ano, e, como eu previa, estaremos muito mais na mão do estado. A depender desses rent seekers, isso não acabará nunca.
Veja mais Região

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001