10 de abril de 2021

Nossas Letras

Uma Semana decisiva

“Luiz Cruz de Oliveira lançou com a filha, Marilurdes Cruz Borges, um livro importante: “A Semana- o Antes e o Depois”, à disposição do leitor na Sebo Almanaque.”

Nossas Letras 06/03/2021
Sônia Machiavelli
Especial para o GCN
Músicos ficam ensimesmados na hora em que seus ouvidos captam o som que buscam. Ourives permanecem dias criando joias que podem ser mais que adornos. Pintores diante de telas em branco emanam mistério pelo que vão criar. Escultores empenhados libertam devagar do bloco de pedra a forma que habita seus sonhos. Bordadeiras cobrem riscos ponto a ponto, encantando-se com as imagens que vão aparecendo. Fiandeiras mantêm também na imaginação o fio que rola para tecer o simples ou o precioso. Jardineiros dedicam às plantas atenção afetuosa que se revela nos cuidados com que afastam pragas, afofam e adubam solo, regam raízes, podam na lua certa, encantam-se com as flores que desabrocham.

Músicos, ourives, pintores, escultores, bordadeiras, fiandeiras, jardineiros pertencem à mesma família de almas que inclui os escritores. São todos operários da beleza, junto a outros humanos de ofícios diversos que mesmo diante das adversidades cotidianas ousam construir o existir com harmonia. É um dom que cada um recebe e vai desenvolvendo (ou não) ao longo de sua permanência nesse planeta. Entre os escritores falo hoje de Luiz Cruz de Oliveira, a quem tenho a honra de chamar de amigo de longa data. Na sua lida com as palavras ele sempre me pareceu músico compondo, ourives atento ao crisol, pintor buscando o chiaroscuro, escultor retirando do mármore da memória a imagem sonhada, bordadeira procurando a excelência, fiandeiro na roda viva, jardineiro zelando pelas criaturas que dependem de suas mãos.

Como todo verdadeiro artista, Cruz não se permite descansar. Parece que a sinfonia que vem compondo, desde que descobriu o poder das palavras, ainda não se completou. A tela onde projeta sua ficção necessita de ser acrescida de mais seres e por isso sempre haverá mais alguém no bloco de onde ele retira personagens.O traçado do bordado pede mais linhas para os pontos. Os fios de algodão podem ser mesclados com outras fibras. Os de ouro exigem antes a paciência no cadinho. O jardim ainda reserva pedaço de chão para novas espécies. O propósito na vida de Luiz Cruz de Oliveira é escrever e ensinar. Ele nunca está sem conjugar um desses dois verbos.

No fim de fevereiro, esse homem de energia incomum e amor imenso pela literatura de língua portuguesa lançou em parceria com a filha Marilurdes Cruz Borges, professora universitária de reconhecido saber, livro importante: “A Semana- o Antes e o Depois”, à disposição do leitor na Sebo Almanaque. Nele os autores estão oferecendo não mais uma paráfrase sobre a Semana de Arte Moderna, que sacudiu a Pauliceia em 1922. Mas sim uma leitura singular dos fatos que levaram um grupo de jovens a organizar manifesto que não durou apenas sete dias. Durou meses e a partir daí a literatura brasileira, acompanhando o que acontecia às artes plásticas, tomou rumos que se alinhavam às mudanças do mundo. O “Antes” e o “Depois” que constam do título são capítulos essenciais para que leitores deste século compreendam a Semana como uma resposta ao envelhecimento de ideias que iam se mumificando. Ela foi a plataforma que permitiu não apenas a publicação de livros, revistas, exposições e manifestos, mas principalmente mostrou que o desdobrar de nova realidade engendrava nova estética.

O relato dos autores traz no estilo o condão de despertar o interesse por esse processo. E à guisa de alerta, ambos frisam na página de rosto: “Na literatura, riqueza, autenticidade, prodigalidade só podem ser avaliadas pelo percurso e pelas diversas travessias que vão deixando marcos orientadores para os caminhantes”. Aliás, não só na literatura, penso, mas em toda manifestação de arte, como sugere no prefácio a professora Maria Flávia Figueiredo.

Na minha condição de aluna, e depois de professora, li diferentes autores que trataram do Modernismo, um deles o mestre Alfredo Bosi. Em nenhum deles encontrei um dado que Luiz Cruz de Oliveira e Marilurdes Cruz Borges pinçaram em suas inúmeras pesquisas e diz respeito a determinado artigo sempre associado à gênese da Semana. Conhecido por nove entre dez especialistas pelo título “Paranoia ou Mistificação”, a crítica que Monteiro Lobato assinou e o jornal “O Estado de São Paulo” publicou em 1917, chama-se na verdade “A propósito da exposição de Anita Malfatti”. “Paranoia ou mistificação” foi apenas uma frase extraída do texto e ajudou a provocar polêmica no ano em que a pintora expôs suas telas. O escritor, agitador cultural e intelectual de muitas facetas não centrou suas críticas em Malfatti e sim no novo estilo que surgia e ela havia incorporado a partir de estudos na Europa. Há outras contribuições valorosas , como a seleção de onze poemas icônicos do pós-modernismo. E um poema do próprio Cruz, na páginas finais, chamado “Depois do Depois” .

Com 180 páginas, a edição que traz o timbre da Ribeirão Gráfica e tem capa expressiva concebida pelos próprios autores, vai muito além do que promete :”Um cadinho de história/ Um cadinho de teoria/ E um bocado de desejo/ De um trabalho útil”. Creio que no rol das publicações que começam a aparecer como celebração ao centenário da Semana de Arte Moderna, “A Semana- o Antes e o Depois” vai se destacar pelo valor da pesquisa e do estilo. Até lá, 2022, é possível que o incansável Cruz já tenha lançado outro título para se somar aos mais de trinta que compõem até agora a sua obra. Alguém que o conhece duvida?



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Textos

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001