08 de maio de 2021

Nossas Letras

Tecidos e Texturas de A a Z (parte dois)

“DEVORÊ: proveniente da França, o nome significa “devorar”. É uma textura criada através de processo químico que destrói parte da trama do tecido para criar relevo e transparência em poemas de temas variados.

Nossas Letras 10/04/2021
Baltazar Gonçalves
Especial para o GCN
CREPE: o nome deriva do francês, significa “crespo” e pode ser encontrado em poemas de toque áspero, toque seco opaco. O crepe apresenta variedade de espessuras em poemas combinados em seda ou lã. O caimento da peça é maleável e pode validar a escolha segundo o acordo que há entre a escolha e a expectativa.

DEVORÊ: proveniente da França, o nome significa “devorar”. É uma textura criada através de processo químico que destrói parte da trama do tecido para criar relevo e transparência em poemas de temas variados. Os desenhos em relevo são geralmente florais ou arabescos e costumam ser aveludados quando aplicados em peças de tule, gazar, musseline, seda ou veludo. O caimento de um verso em devorê depende, no poema, do efeito esperado onde é aplicado.

DEGRADÊ: são tecidos cujas estampas apresentam mudanças gradativas na tonalidade das cores passando das mais escuras às mais claras. Essa aparência é fruto de uma técnica de tingimento bastante utilizada em todas as civilizações. Diversos poemas podem apresentar estampa degradê, os mais comuns são os fabricados em musseline, gazar e alguns cetins com elastano. Por ser versátil, é tecido usado em poemas casuais e também belíssimos vestidos de festa.

FORRO: são texturas usadas por baixo ou entre as palavras para criar multiplicidade ou camadas de leituras, do acabamento ao volume. O uso de forro é indicado na composição da primeira saia de um poema transparente para que o toque de seda cubra suavemente a pele na primeira leitura desavisada.

GAZAR: acredita-se que o nome seja o mesmo da cidade de Gaza, na Palestina, onde teria sido criado. É um tecido fino, leve e transparente. Arejado, pode ser 100% poliéster ou composto de seda. O caimento do poema costurado em gazar é fluido e pode ser armado com facilidade porque se movimenta como se tivesse vontade própria. Gazar é muito usado em versos de amor, estrofes revolucionárias e, não sei exatamente o motivo, em vestidos de noivas. Saias esvoaçantes e camisas com a gola mais estruturada lembrarão corpos em baile celebrando as pequenas vitórias da vida diária.

GABARDINA: composto de fibras misturas, é recomendado na feitura de poema sarjado, poema forte com acabamento rígido, poema de peso médio a pesado, daqueles que tiram o sono ou te levam a sonhar o mundo que se deseja melhor. Dada essa natureza potente desse tecido, é aconselhável pesquisar a fonte do desejo antes de usar as propriedades dessas fibras.

JACQUARD: esse tecido é versátil e flexivo, resultado do trabalho num sistema de tear automático desenvolvido por Joseph Marie Jacquard no final do século XVIII. Para criar estampas e desenhos, usa-se uma série de cartões automáticos que perfurados, como se fosse um programa binário artesanal dialógico ancestral da informática; cada movimento desse tear pode usar fios metalizados ou de seda ou algodão. Devido esse tipo de entrelaçamento dos fios, a criação possibilita poemas com relevo em estampas coloridas de tramas complexas.

LÃ: fibra natural derivada do pelo das ovelhas e dos carneiros, muito usado em poemas agasalho, poemas abraço, poemas saudade. Poesia tramada em lã pura tem caimento pesado enquanto a fibra mista é mais leve e versátil em composições que não amassam numa segunda leitura. Dizem que na antiga Mesopotâmia já eram criados poemas em lã.

 

(continua na próxima edição desse caderno)



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Textos

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001