30 de julho de 2021

Brasil e Mundo

EM CULTO

Bolsonaro insiste em teses de erro em número de mortes e tratamento precoce para covid

O presidente participou de um encontro com lideranças evangélicas nesta quarrta-feira e comentou, novamente, sobre assunto polêmicos como fraude nas eleições, CPI da Covid, tratamento precoce e superdimensionamento de mortes por covid-19.

Brasil e Mundo 10/06/2021
Gustavo Côrtes e Bruno de Castro
do Estadão Conteúdo
Paulo Giovanni/Estadão Conteúdo
O presidente Jair Bolsonaro participa de Culto Interdenominacional das Igrejas de Anápolis (GO), nesta quarta-feira
O presidente da República, Jair Bolsonaro, manteve, novamente, nesta quarta-feira, 9, o discurso de que o Tribunal de Contas da União (TCU) apontou um "superdimensionamento" de Estados em mortes por covid-19 para que as unidades da Federação pudessem receber mais recursos públicos. No entanto, Bolsonaro relacionou ao tratamento precoce da doença um possível número menor de óbitos pelo novo coronavírus no passado no Brasil, caso os dados não fossem inflados, na avaliação ele.

"Se nós retirarmos as possíveis fraudes, teremos em 2020 o nosso País como aquele que teve o menor número de mortes por milhão de habitantes por causa da covid-19. E, aí, vem o importante: que milagre é esse? O tratamento precoce", afirmou o presidente da República, durante encontro com lideranças evangélicas em Anápolis (GO).

TCU já desmentiu
Apesar de citar "acórdãos" do TCU que supostamente apontariam para a prática de supernotificação de mortes por covid-19 nos Estados, o órgão já desmentiu o presidente duas vezes e informou que não produziu qualquer dado sobre erros cometidos no registro de óbitos associados à doença.

O TCU informou ainda que nenhum processo sobre o tema foi julgado pelo colegiado até o momento.

Novas citações de tratamento sem eficácia e origem do coronavírus

Bolsonaro voltou a citar tratamentos sem eficácia contra a covid-19, como os chás de índios da Amazônia e reforçou, segundo ele, que nem mesmo vacinas têm comprovação científica no combate à doença.

O presidente da República voltou a citar, sem apresentar evidências, uma suposta origem do novo coronavírus. "Ainda não tenho provas, mas esse vírus nasceu de animal ou no laboratório? Tenho na minha cabeça de onde veio esse vírus e para quê", disse

Críticas à CPI da Covid
O presidente retomou as críticas à cúpula da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, os senadores Omar Aziz (PSD-AM), Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL), respectivamente presidente, vice e relator do colegiado.

Segundo o presidente, o governo federal adotou medidas para "vencer a tempestade" provocada pela crise sanitária, que, segundo ele, ainda não terminou.

Eleições fraudadas
Bolsonaro, voltou a dizer, sem apresentar provas novamente, que venceu as eleições presidenciais de 2018 no primeiro turno. "Fraude que existiu me jogou no segundo turno.

Na fala, ele retomou sua trajetória de deputado até a presidência da República e as críticas ao PT. "Acompanhamos 12 anos daquele partido com pessoas que pensam diferente", disse diante do público de fiéis.

Ao comentar sua trajetória como deputado federal do chamado "baixo clero", o presidente afirmou que percebeu que seria necessário se tornar presidente para "mudar", e que foi desacreditado até mesmo dentro de casa. "Achavam que eu tinha que ser preso", disse.

Entre os que participaram do evento estavam o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, deputados federais Daniel Freitas (PSL-SC) e Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Lorenzoni falou ao público logo após o pastor que abriu a cerimônia. "O Brasil é a pátria do evangelho", disse pouco antes de passar o microfone a Vitor Hugo.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Osmar Motta
    10/06/2021 1 Curtiu
    Esse pangaré tem que ser tirado a coice da presidência. Não está satisfeito com quase meio milhão de mortes nas costas, quer ampliar ainda mais o caos em que meteu o país. E os evangélicos lá, dando guarida ao demonhão !!! E o filhote do capiroto reclamando de ter ido para o segundo turno em 2018; uma pelota de estrume dessas não merecia ser nem vereador, o que dirá presidente! Quem votou nesse estrupício é tão desacerebrado quanto o próprio!!
  • luis
    10/06/2021 2 Curtiram
    parabéns presidente pelo ótimo trabalho tem que investigar esses governadores e prefeitos corruptos que desviam os recursos em 2022 estaremos fortes denovo
    • Antônio da Bicicletinha
      10/06/2021
      Parabéns Luis, esteja sempre firme com o tinhoso e você irá longe...Siga sempre fechado com o mico: em 2022, ambos estarão fortes como um touro!!
  • José
    10/06/2021
    Assim como os fanáticos petistas, nos vemos também a ignorância, arrogância e hipocrisia no DNA dos fanáticos Bolsonaristas. Uns dizem que o PT seria a melhor saída para a pandemia, sendo que o governo Lula e Dilma preferiram construir estádios do que hospitais , do outro lado temos o Bolsonaro que chamam ele de ditador genocida, sem entender nada de história e muito menos de português. Português esse que o teclado só meu celular anda estragando. Mas em fim ... O Brasil carece de um presidente que seja honrado e realmente de bem , um homem com pulso ou uma mulher que seja uma mulher honrada, dura e honesta. Mas para isso acontecer a mentalidade fétida do brasileiro tem que mudar, pois ainda se apega a seu umbigo e não as necessidades do próximo, Franca é a mesma coisa, boa parte ainda desta cidade, se acha os imperadores da província , porém não entendem que Franca-SP só é importante para o caminho do tráfico de drogas, pois nem capital do calado é, pessoas se gabam disso mas nunca foi, Franca só e boa para a borracha , mais nada. Esse é o problema, francano não estuda, não evoluí , não amadurece não cresce, quem faz isso não quer ficar aqui pois sabe que Franca vive um retrocesso evolutivo, em todos os sentidos. A que ponto chegamos.... Votar no Alexandre, por falta de melhores opções, votar no Bolsonaro por falta de opções. Triste ....
    • Antônio da Bicicletinha
      10/06/2021
      Vossa senhoria entende bastante da língua portuguesa...kkkkkkkk Grafando \"em fim\" ao invés de \"enfim\"...Não adianta disfarçar, pela ignorância já dá para perceber que é um bolsominion (talvez arrependido)...kkkkkkkkk Ninguém que conheça minimamente os rudimentos da língua portuguesa diz que votou em Bolsonaro por falta de opção. Uma pelota de estrume nunca seria opção para quem tem o mínimo de conhecimento sobre qualquer coisa.
  • Leonardo
    10/06/2021
    o pior do Brasil é o brasileiro, acreditar em conto de fadas, bicho papão e Bolsonaro é o retrato de um país sem educação e cultura e não duvido que na prox eleição o falso messias se candidate pra corja que o defende ter em quem votar, mas o Brasil sabe quem é o certo da história e não teremos mais 4 anos de obscurantismo se o povo assim entender.
Veja mais Brasil

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001