22 de outubro de 2021

Nossas Letras

BALTAZAR GONÇALVES

Sete pecados: Vaidade

Um travesti está saindo da casa do Diogo quando chegamos ao destino que circula em nossas veias. E porque a superfície das coisas reveladas se transforma rapidamente, podemos aceitar que o passado de cada um de nós seja peso morto a tornar o presente insuportável. Em dias de sol não diria que o eterno retorno é sádico e sombrio, nem que a fuga assertiva das nossas obsessões fosse a entrega do que não podemos controlar. Acene boa noite para o Diogo, tente sorrir.

Nossas Letras 09/10/2021
Baltazar Gonçalves
especial para o GCN
Um travesti está saindo da casa do Diogo quando chegamos ao destino que circula em nossas veias. E porque a superfície das coisas reveladas se transforma rapidamente, podemos aceitar que o passado de cada um de nós seja peso morto a tornar o presente insuportável. Em dias de sol não diria que o eterno retorno é sádico e sombrio, nem que a fuga assertiva das nossas obsessões fosse a entrega do que não podemos controlar. Acene boa noite para o Diogo, tente sorrir.

Aquele homem é uma mulher bonita exuberante para não dizer perfeita porque só deus perfeito apesar de nunca visto; ou Eva, que nasceu sem umbigo, que inveja! vir ao mundo sem pai ou mãe ou história que se conte e sem a ânsia de saber-se no mundo só porque ligado a outro ser humano. Vênus de Botticelli de umbigo a pino, em sua história certamente falta alguma coisa porque todos somos insatisfeitos. A figura impressiona, basta ver a pesada nuvem no semblante das duas amigas de Valéria. São despeitadas, literalmente. Têm as tetas caídas e se pudessem arrancariam do outro o postiço caro e pago.

O corpo é coisa para sentidos insaciáveis. Quando o desejo esgana e asfixia, o desonesto divide qualquer corpo que deseje em pedaços para depois de esquartejado consumir sem culpa. As duas são intrometidas, na verdade só estão ali para dar simetria no relato às medidas da elegância mais que perfeita e fugaz.

Estamos doentes e o maligno se alegra nas sombras!, isso foi um pastor de igreja falando noutro caso. Se “a homem” fosse a personagem principal desse relato teria voz, mas já vai tarde. O tal pastor diria com atraso que “no reino dos vícios, pecado é câncer da alma”. Corte dos liames que ligam o semblante divino à semelhança desumana? Sintoma onde começa o livre arbítrio? Pode se usar versículos bíblicos para justificar qualquer coisa. Minha filha diria que pessoas mortas andam por aí separadas de seus espíritos. O certo é que sem o brilho que lhes escapa, o grupo têm olhos vidrados e já não enxergam, têm boca mas não falam; têm os lábios repuxados numa costura de botão cerzido.

Talvez adultos fortes sejam são crianças tolas. Quem pode sozinho reparar as crianças que foram despedaçadas por minas na guerra de independência de Angola? Quem sozinho sacia a fome dos moribundos no deserto de Nairóbi? Os mais fortes são usados e os mais fracos esquecidos.

Valéria é quem toma o primeiro baque, não devíamos estar com ela nessa viagem solitária que deve acabar mal. Se der pra ver alguma coisa, depois eu conta. Há de ser outra cena rápida onde o que acontece fica diluído na superfície transformada.

 

 

 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Textos

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001