29 de novembro de 2021

Brasil e Mundo

TRAGÉDIA NA ESCOLA

Aluno de 14 anos esfaqueia funcionária de escola em SP; vítima segue internada

Um adolescente de 14 anos esfaqueou uma funcionária de uma escola. Segundo da Secretaria da Segurança Pública, a vítima é uma agente escolar, de 44 anos, que não teve o nome informado. Atingida três vezes no braço esquerdo e duas no ombro, a mulher foi levada ao Hospital, onde segue internada.

Brasil e Mundo 5 dias atrás
Mariane Ribeiro
Folha Press
Arquivo/Redes sociais
De acordo com a polícia, a funcionária foi esfaqueada quanto teria tentado conter o jovem que visava atingir uma professora. Após o ataque, o estudante fugiu do local
Um adolescente de 14 anos esfaqueou uma funcionária da Escola Estadual Maria de Lourdes Vieira, no Jardim Helena, na zona leste da capital, na tarde desta terça-feira (23).

Segundo da Secretaria da Segurança Pública, a vítima é uma agente escolar, de 44 anos, que não teve o nome informado.

Atingida três vezes no braço esquerdo e duas no ombro, a mulher foi levada ao Hospital Tide Setúbal, também na zona leste, onde segue internada. Seu estado de saúde não foi informado.

De acordo com a polícia, a funcionária foi esfaqueada quanto teria tentado conter o jovem que visava atingir uma professora. Após o ataque, o estudante fugiu do local.

Ele foi encontrado em casa por um delegado e por dois investigadores. A faca que teria sido usada no ataque acabou apreendida. O caso foi registrado no 63º DP, que fica na Vila Jacuí, e o jovem encaminhado à Fundação Casa por tentativa de homicídio, segundo a SSP.

Ainda segundo a polícia, a família do estudante afirmou que ele é autista e sofre de esquizofrenia, realizando, inclusive, tratamento no Caps (Centro de Atenção Psicossocial).

A polícia segue investigando o caso para entender o que motivou o crime, mas segundo agentes, já há relatos de que o jovem vinha apresentando comportamento que preocupava os colegas.

Na última semana, ele teria até proferido xingamentos a funcionários e comentado que desejava ferir a professora.

"O fato ocorreu fora da escola e o objeto utilizado pertencia ao aluno. Por ser um ambiente onde não circulam alunos e professores, as aulas seguiram presencialmente", afirmou a Secretaria de Estado da Educação, em nota.

Ainda segundo a pasta da educação, a diretoria da Escola Estadual Maria de Lourdes Vieira convocou os responsáveis pelo estudante envolvido e os acompanhou até a delegacia.

De acordo com a pasta, o caso foi registrado no Placon, sistema do Programa Conviva, que tem como principal objetivo monitorar a rotina das escolas da rede estadual.

O fato também está sendo acompanhado de perto pelo Gispec (Gabinete Integrado de Segurança e Proteção Escolar), que conta com servidores da Educação e da Polícia Militar.

A secretaria diz ainda que equipe gestora da escola e a Diretoria Regional de Ensino Leste 2 "seguem à disposição da comunidade escolar para mais esclarecimentos" e completa dizendo que "lamenta o fato ocorrido e reforça o repúdio a qualquer forma de violência dentro e fora da escola".



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Jao
    31/12/1969
    Se fosse psicopata aí o povo condena, o psicopata é o diabo em pessoa, mas quando é autista, esquizofrênico etc aí a pessoa é só doida mesmo. Pq essa diferença e discriminação com o psicopata então e com os outros não? E o mais engraçado é o pessoal do FB comentando sem sequer entrar na notícia pra ler, nem sabendo que o adolescente tem problema mental. Povo preguiçoso pra ler.
  • Sandro
    31/12/1969
    Bandido vagabundo pais não deram limites nos passam a mão na cabeça cadeia no vagabundo
  • Larissa
    31/12/1969 1 Curtiu
    Na minha opinião já passou da hora de o Estado colocar detector de metais nas escolas , esses adolescentes estão cada vez mais perigosos , sem responsabilidade , mal educados . Antigamente não ouvia falar nessas barbaridades , cabeça vazia oficina do diabo . Eu sou a favor de criança aos 14 já trabalhar . Por mais programa de menor aprendiz .
Veja mais Brasil

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001