20 de janeiro de 2022

Esporte

M0RTE

Morre aos 79 anos Frank Williams, fundador de escuderia multicampeã da F1

Passaram por ele os pilotos brasileiros Ayrton Senna, Nelson Piquet, Rubens Barrichello, Bruno Senna e Felipe Massa

Esporte 28/11/2021

Folhapress
Divulgação
O inglês foi piloto e mecânico antes de fundar a Frank Williams Racing Cars, em 1966, competindo inicialmente na F2 e na F3

Morreu neste domingo, 28, aos 79 anos, o britânico Frank Williams, fundador da escuderia que leva o seu nome, uma das maiores da história da F1. A causa da morte não foi divulgada.

"É com grande tristeza que, em nome da família Williams, a equipe confirma a morte de Sir Frank Williams, fundador e ex-chefe de equipe da Williams Racing, aos 79 anos de idade", informou a equipe nas redes sociais.

O perfil oficial da F1 também comunicou e lamentou a morte do fundador da Williams.

"Sentimos a mais imensa e profunda tristeza pelo falecimento de Sir Frank Williams. Sua vida foi movida pela paixão pelo automobilismo; seu legado é incomensurável e fará parte da F1 para sempre. Conhecê-lo foi uma inspiração e um privilégio. Ele deixará muita, muita saudade", publicou a conta oficial da categoria.

O inglês foi piloto e mecânico antes de fundar a Frank Williams Racing Cars, em 1966, competindo inicialmente na F2 e na F3. Sua entrada na F1 se deu em 1969. E foi a partir da década de 1980 que a escuderia construiu sua reputação como uma das equipes mais fortes da categoria, conquistando nove títulos de construtores (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997).

A Williams também levou sete pilotos ao título: Alan Jones (1980), Keke Rosberg (1982), Nelson Piquet (1987), Nigel Mansell (1992), Alain Prost (1993), Damon Hill (1996) e Jacques Villeneuve (1997).

Frank se movia em cadeira de rodas desde 1986 por conta de um acidente automobilístico na França que o deixou paraplégico, ocorrido em março daquele ano, durante testes em um novo carro.

Em 2012, deixou o cargo de chefe de equipe da Williams, substituído por sua filha, Claire. No ano passado, ao concluir a venda da empresa para o grupo de investimentos Dorilton Capital, a família deixou de ter vínculo com a gestão da escuderia.

Além de Nelson Piquet, campeão da F1 em 1987, outros seis pilotos brasileiros passaram pela Williams: Ayrton Senna (1994), Antonio Pizzonia (2004 e 2005), Rubens Barrichello (2010 e 2011), Bruno Senna (2012) e Felipe Massa (2014 a 2017). Senna sofreu o acidente fatal, em 1994, no GP de San Marino, enquanto defendia a equipe.

"Foi um dia triste para a Williams, para a McLaren, para a F1 e para o Brasil. Foi um dos piores dias da história da F1", disse Frank Williams, em 1999.

"Ayrton tinha um intelecto incomum, não só para correr, mas para os negócios, para a vida e para a filosofia. Uma pessoa fascinante.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Fórmula 1

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: , , , , , Data: 30/11/-0001
  • Quina:
    Sorteio: , , , , Data: 30/11/-0001