COVID-19

COVID-19

Com números em alta, Franca tem dia com quatro mortes e 424 casos

Com números em alta, Franca tem dia com quatro mortes e 424 casos

Com uma nova disparada de casos, Franca fechou esta segunda-feira, 17, com 424 casos positivos e quatro mortes.

Com uma nova disparada de casos, Franca fechou esta segunda-feira, 17, com 424 casos positivos e quatro mortes.

Por Higor Goulart | 17/01/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Por Higor Goulart
da Redação

17/01/2022 - Tempo de leitura: 1 min

Divulgação/Prefeitura de Franca

Boletim Epidemiológico desta segunda-feira, 17

Quatro mortes por covid-19 foram registradas em Franca nesta segunda-feira, 17. As vítimas são uma mulher de 58 anos, uma idosa de 79 e dois idosos com comorbidades.

Desde o início da pandemia, o vírus vitimou 1.057 francanos. Os números fazem parte do Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Franca.

Além das mortes, uma nova disparada de casos foi registrada, com 424 positivos contabilizados. Com os números, o município alcançou 49.598 casos.

Nas últimas 24 horas, o número de casos negativos subiu de 93.625 para 93.771. Já o número de suspeitos é de 624 (menos 26 em relação ao dia anterior), enquanto o de recuperados aumentou de 44.827 para 44.887.

Internações

De acordo com o boletim epidemiológico, o número de internados também teve aumento nesta segunda. Nos leitos de UTI SUS, 12 pessoas estão internadas em 15 disponíveis. Já na UTI Particular são 3 ocupados de 6 disponíveis.

Nos leitos de enfermaria, a ocupação geral é de 75%, com 24 ocupados de 32 disponíveis.

Santa Casa

Também nesta segunda, 17, a Santa Casa de Franca divulgou o seu boletim covid-19. Diferentemente dos anteriores, o hospital diferenciou os leitos de UTI e enfermaria.

Segundo os números, todos os dez leitos de UTI adulto estão ocupados, além de sete leitos de enfermaria com pacientes e outros dois leitos de UTI Infantil ocupados.

Quatro mortes por covid-19 foram registradas em Franca nesta segunda-feira, 17. As vítimas são uma mulher de 58 anos, uma idosa de 79 e dois idosos com comorbidades.

Desde o início da pandemia, o vírus vitimou 1.057 francanos. Os números fazem parte do Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Franca.

Além das mortes, uma nova disparada de casos foi registrada, com 424 positivos contabilizados. Com os números, o município alcançou 49.598 casos.

Nas últimas 24 horas, o número de casos negativos subiu de 93.625 para 93.771. Já o número de suspeitos é de 624 (menos 26 em relação ao dia anterior), enquanto o de recuperados aumentou de 44.827 para 44.887.

Internações

De acordo com o boletim epidemiológico, o número de internados também teve aumento nesta segunda. Nos leitos de UTI SUS, 12 pessoas estão internadas em 15 disponíveis. Já na UTI Particular são 3 ocupados de 6 disponíveis.

Nos leitos de enfermaria, a ocupação geral é de 75%, com 24 ocupados de 32 disponíveis.

Santa Casa

Também nesta segunda, 17, a Santa Casa de Franca divulgou o seu boletim covid-19. Diferentemente dos anteriores, o hospital diferenciou os leitos de UTI e enfermaria.

Segundo os números, todos os dez leitos de UTI adulto estão ocupados, além de sete leitos de enfermaria com pacientes e outros dois leitos de UTI Infantil ocupados.

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Leandro
    18/01/2022
    As vacinas não impedem a contaminação, impede que os casos se tornem graves. Se vocês ficarem falando de contaminação, vão falar para o resto da vida, o importante é que a maioria das pessoas contaminadas estão ficando com sintomas leves. O importante é que as pessoas se vacinem, se ficar contando número de contágio teremos outro ano perdido!
  • Rhida Wars
    18/01/2022
    E os Postos de Gasolina no Bairro São Joaquim lotados de pessoas. Som alto, corte de giro, bagunça, aglomeração e um Hospital bem ao lado, onde pacientes tentam, com todo esse tormento, repousar e reestabelecer a saúde....