RECEITA

RECEITA

Pavê de Páscoa

Pavê de Páscoa

O próximo domingo será Páscoa, a maior festa do Cristianismo. Na cultura onde a maioria é cristã, como a nossa, o almoço será festivo, com um cardápio melhor que o dos dias comuns.

O próximo domingo será Páscoa, a maior festa do Cristianismo. Na cultura onde a maioria é cristã, como a nossa, o almoço será festivo, com um cardápio melhor que o dos dias comuns.

Por Sonia Machiavelli | 09/04/2022 | Tempo de leitura: 2 min
especial para o GCN

Por Sonia Machiavelli
especial para o GCN

09/04/2022 - Tempo de leitura: 2 min

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite em pó
  • 1 xícara (chá) de leite integral
  • 1 xícara (chá) de leite de coco
  • 2 colheres (sopa) de maisena
  • 100 g de chocolate ao leite picado
  • 50 g de coco ralado
  • 100 g de biscoito tipo maisena

Neste Domingo de Ramos os cristãos celebram a entrada do Cristo em Jerusalém. Recebido com reverência e ramos verdes, o Salvador seria pouco tempo depois crucificado com vaias do mesmo povo que o aplaudira. Assim as gentes, até hoje. A mão que afaga pode ser a mesma que apedreja. Verdade incontestável.

Mas o próximo domingo será Páscoa, a maior festa do Cristianismo. Maior até que o Natal. Resgata-se o fato excepcional da vinda do Messias à Terra: a sua ressurreição. Na cultura onde a maioria é cristã, como a nossa, o almoço será festivo, com um cardápio melhor que o dos dias comuns. Para louvar a vida, são preparados pratos caprichados, herança também do tempo em que o jejum era opcional durante certos dias da Quaresma e obrigatório na Semana Santa, que começa exatamente hoje.

Para quebrar esse jejum, em tempos passados preparavam-se lautas refeições no domingo pascal. A sobremesa nem sempre foi à base de chocolate. Mas desde meados do século passado, muito por conta da indústria e do marketing, ele aparece em abundância sob forma de ovos, coelhos e tortas na sobremesa da refeição feliz. O pavê da foto é saboroso, econômico, prático no preparo e, dependendo da decoração, fica bem bonito. Capriche na criatividade, se quiser surpreender sua família.

O Pavê de Páscoa é preparado com dois cremes: um de coco e outro de chocolate. Ao montar, o primeiro vai no fundo da travessa, é a sua base. Sobre ele vão bolachas. Ao contrário dos pavês tradicionais, aqui elas são picadas em pedaços bem miúdos. Em cima delas, o creme de chocolate. Depois, é usar a imaginação para decorar.

Leve ao fogo médio o leite condensado, o leite em pó, o leite integral, o leite de coco e a maisena. Dissolva a maisena em leite antes de juntá-la. Mexa sem parar até engrossar. Desligue a chama e divida o creme em duas partes iguais. Adicione o coco ralado em uma parte e o chocolate picado na outra, com o creme ainda quente, misturando até derreter. Quebre bem as bolachas, mas sem reduzi-las a pó. Coloque na travessa creme de coco, bolachas quebradas e creme de chocolate. Decore a gosto. Na foto, a decoração foi feita com coco ralado, mini ovos de chocolate e patinhas de coelho. Leve à geladeira por no mínimo três horas. Sirva gelado.

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite em pó
  • 1 xícara (chá) de leite integral
  • 1 xícara (chá) de leite de coco
  • 2 colheres (sopa) de maisena
  • 100 g de chocolate ao leite picado
  • 50 g de coco ralado
  • 100 g de biscoito tipo maisena

Neste Domingo de Ramos os cristãos celebram a entrada do Cristo em Jerusalém. Recebido com reverência e ramos verdes, o Salvador seria pouco tempo depois crucificado com vaias do mesmo povo que o aplaudira. Assim as gentes, até hoje. A mão que afaga pode ser a mesma que apedreja. Verdade incontestável.

Mas o próximo domingo será Páscoa, a maior festa do Cristianismo. Maior até que o Natal. Resgata-se o fato excepcional da vinda do Messias à Terra: a sua ressurreição. Na cultura onde a maioria é cristã, como a nossa, o almoço será festivo, com um cardápio melhor que o dos dias comuns. Para louvar a vida, são preparados pratos caprichados, herança também do tempo em que o jejum era opcional durante certos dias da Quaresma e obrigatório na Semana Santa, que começa exatamente hoje.

Para quebrar esse jejum, em tempos passados preparavam-se lautas refeições no domingo pascal. A sobremesa nem sempre foi à base de chocolate. Mas desde meados do século passado, muito por conta da indústria e do marketing, ele aparece em abundância sob forma de ovos, coelhos e tortas na sobremesa da refeição feliz. O pavê da foto é saboroso, econômico, prático no preparo e, dependendo da decoração, fica bem bonito. Capriche na criatividade, se quiser surpreender sua família.

O Pavê de Páscoa é preparado com dois cremes: um de coco e outro de chocolate. Ao montar, o primeiro vai no fundo da travessa, é a sua base. Sobre ele vão bolachas. Ao contrário dos pavês tradicionais, aqui elas são picadas em pedaços bem miúdos. Em cima delas, o creme de chocolate. Depois, é usar a imaginação para decorar.

Leve ao fogo médio o leite condensado, o leite em pó, o leite integral, o leite de coco e a maisena. Dissolva a maisena em leite antes de juntá-la. Mexa sem parar até engrossar. Desligue a chama e divida o creme em duas partes iguais. Adicione o coco ralado em uma parte e o chocolate picado na outra, com o creme ainda quente, misturando até derreter. Quebre bem as bolachas, mas sem reduzi-las a pó. Coloque na travessa creme de coco, bolachas quebradas e creme de chocolate. Decore a gosto. Na foto, a decoração foi feita com coco ralado, mini ovos de chocolate e patinhas de coelho. Leve à geladeira por no mínimo três horas. Sirva gelado.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.