PANDEMIA

PANDEMIA

Eric Clapton, que é contra a vacina, cancela shows após contrair Covid-19

Eric Clapton, que é contra a vacina, cancela shows após contrair Covid-19

As apresentações canceladas –e que devem ser remarcadas num período de seis meses– aconteceriam nesta terça, em Zurique, na Suíça, e na quarta, em Milão, na Itália.

As apresentações canceladas –e que devem ser remarcadas num período de seis meses– aconteceriam nesta terça, em Zurique, na Suíça, e na quarta, em Milão, na Itália.

Por | 17/05/2022 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Por
da Folhapress

17/05/2022 - Tempo de leitura: 2 min

Reprodução/Instagram

Eric Clapton anunciou o cancelamento de dois shows na Europa porque está com Covid-19.

Eric Clapton anunciou o cancelamento de dois shows na Europa porque está com Covid-19. O cantor, que no ano passado declarou que se sentia no direito de cancelar apresentações em lugares onde o público tivesse que apresentar comprovante de vacinação, fez o anúncio em sua página do Facebook.

"Eric Clapton está infelizmente sofrendo de Covid, tendo feito um teste que deu positivo depois do segundo show no Royal Albert Hall", diz o texto. "Seus conselheiros médicos disseram a ele que se fosse continuar viajando e tocando, isso poderia atrasar substancialmente sua recuperação completa. Eric também não quer passar uma infecção a ninguém da banda, equipe, promotores e, claro, aos fãs."

As apresentações canceladas –e que devem ser remarcadas num período de seis meses– aconteceriam nesta terça, 17, em Zurique, na Suíça, e na quarta, 18, em Milão, na Itália. O comunicado publicado na rede social também informa que Clapton deseja voltar a cantar nos dias 20 e 21 deste mês, em Bolonha.

Durante a pandemia, Clapton se posicionou contra a obrigatoriedade da vacinação contra o coronavírus e as medidas de distanciamento social. Há um ano, ele afirmou ter tido "reações desastrosas" após tomar a vacina AstraZeneca e culpou as "propagandas" que diziam que o imunizante era "seguro para todos". Segundo especialistas, os efeitos colaterais da AstraZeneca são geralmente leves e de curta duração, e não representam perigo.

"É muito frustrante que depois de ter evitado a Covid durante todo o lockdown e durante o período em que havia restrições para viajar, Eric tenha sucumbido à doença a essa altura, mas nós esperamos muito que ele esteja suficientemente recuperado até o fim da semana para que esteja em condições de se apresentar nas datas restantes", segue o comunicado que o músico divulgou nas redes sociais.

No fim de 2020, Clapton gravou a música Stand and Deliver, uma composição do cantor e compositor britânico Van Morrison, em que se posiciona contra as medidas de prevenção à Covid. O ex-guitarrista do Cream afirmou que encontrou a sua voz na letra de Morrison.

"Embora estivesse cantando as palavras dele, elas ecoavam em meu coração", disse, em carta. "Gravei 'Stand and Deliver' em 2020 e fui imediatamente tratado com desprezo." A letra da canção tem versos como "você quer ser um homem livre ou um escravo?".

Eric Clapton anunciou o cancelamento de dois shows na Europa porque está com Covid-19. O cantor, que no ano passado declarou que se sentia no direito de cancelar apresentações em lugares onde o público tivesse que apresentar comprovante de vacinação, fez o anúncio em sua página do Facebook.

"Eric Clapton está infelizmente sofrendo de Covid, tendo feito um teste que deu positivo depois do segundo show no Royal Albert Hall", diz o texto. "Seus conselheiros médicos disseram a ele que se fosse continuar viajando e tocando, isso poderia atrasar substancialmente sua recuperação completa. Eric também não quer passar uma infecção a ninguém da banda, equipe, promotores e, claro, aos fãs."

As apresentações canceladas –e que devem ser remarcadas num período de seis meses– aconteceriam nesta terça, 17, em Zurique, na Suíça, e na quarta, 18, em Milão, na Itália. O comunicado publicado na rede social também informa que Clapton deseja voltar a cantar nos dias 20 e 21 deste mês, em Bolonha.

Durante a pandemia, Clapton se posicionou contra a obrigatoriedade da vacinação contra o coronavírus e as medidas de distanciamento social. Há um ano, ele afirmou ter tido "reações desastrosas" após tomar a vacina AstraZeneca e culpou as "propagandas" que diziam que o imunizante era "seguro para todos". Segundo especialistas, os efeitos colaterais da AstraZeneca são geralmente leves e de curta duração, e não representam perigo.

"É muito frustrante que depois de ter evitado a Covid durante todo o lockdown e durante o período em que havia restrições para viajar, Eric tenha sucumbido à doença a essa altura, mas nós esperamos muito que ele esteja suficientemente recuperado até o fim da semana para que esteja em condições de se apresentar nas datas restantes", segue o comunicado que o músico divulgou nas redes sociais.

No fim de 2020, Clapton gravou a música Stand and Deliver, uma composição do cantor e compositor britânico Van Morrison, em que se posiciona contra as medidas de prevenção à Covid. O ex-guitarrista do Cream afirmou que encontrou a sua voz na letra de Morrison.

"Embora estivesse cantando as palavras dele, elas ecoavam em meu coração", disse, em carta. "Gravei 'Stand and Deliver' em 2020 e fui imediatamente tratado com desprezo." A letra da canção tem versos como "você quer ser um homem livre ou um escravo?".

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.