PRESIDENTE

PRESIDENTE

Bolsonaro usa camisa de time italiano que tem ligações com o fascismo

Bolsonaro usa camisa de time italiano que tem ligações com o fascismo

Apoiadores mais radicais do clube veneram aquele que consideram ser o torcedor mais ilustre do clube, Benito Mussolini.

Apoiadores mais radicais do clube veneram aquele que consideram ser o torcedor mais ilustre do clube, Benito Mussolini.

Por | 20/06/2022 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Por
da Folhapress

20/06/2022 - Tempo de leitura: 2 min

Reprodução/Redes Sociais

Bolsonaro usa camisa da Lazio, clube italiano notório pela sua identificação com o fascismo

Mario Frias, ex-secretário de Cultura do governo Bolsonaro, publicou uma foto ao lado do presidente Jair Bolsonaro assistindo à vitória histórica do Botafogo por 3 a 2 contra o Internacional, neste domingo, 19, pelo Campeonato Brasileiro.

Apesar de parecer algo comum, um detalhe chamou a atenção de muitos usuários das redes sociais: a camisa da Lazio ostentada pelo presidente da República. O time italiano carrega a fama de ser o clube de futebol mais fascista do mundo.

Entre alguns posicionamentos dos torcedores da Lazio estão cantos racistas contra torcedores negros, críticas à diretoria por contratar jogadores de origem judia, proibição de presença feminina nos degraus de arquibancada mais próximas ao gramado e idolatria por um jogador que comemorou uma vitória fazendo um gesto eternizado pelo principal ditador da história da Itália.

Os ultras, apoiadores mais radicais do clube, e que realmente possuem envolvimento com grupos de extrema-direita, veneram aquele que consideram ser o torcedor mais ilustre do clube: Benito Mussolini.

Curiosamente, o pai do fascismo e comandante da Itália entre 1922 e 1943 não era tão fanático assim pela Lazio. Ele era tão torcedor do clube quanto do Bologna, da Roma (que, inclusive, ajudou a fundar) e de que qualquer outro time que lhe ajudou a utilizar o futebol como instrumento de propaganda do regime.

Mas nenhuma equipe abraçou tanto (e por tanto tempo) as ideias do ditador quanto a Lazio. Resultado: Mussolini virou sócio da equipe e passou a frequentar os jogos do clube, que só seria campeão nacional pela primeira vez em 1974, quase 30 anos após sua morte.

E o maior episódio dessa idolatria aconteceu já neste século. Em 2005, após uma vitória sobre a Roma, o ex-atacante Paolo di Canio, que sempre se declarou um admirador das ideias do ditador, festejou a vitória fazendo o "Saluto Romano", gesto tradicional adotado pelos fascistas em sinal de respeito ao "Duce".

O nome de Mussolini também aparece com alguma frequência em faixas exibidas pelos ultras da Lazio, torcedores que já foram punidos por usarem fotos de Anne Frank (criança judia que foi morta pelos nazistas e deixou um diário que se tornou best-seller global) para provocar a arquirrival Roma e incontáveis cânticos racistas.

Mario Frias, ex-secretário de Cultura do governo Bolsonaro, publicou uma foto ao lado do presidente Jair Bolsonaro assistindo à vitória histórica do Botafogo por 3 a 2 contra o Internacional, neste domingo, 19, pelo Campeonato Brasileiro.

Apesar de parecer algo comum, um detalhe chamou a atenção de muitos usuários das redes sociais: a camisa da Lazio ostentada pelo presidente da República. O time italiano carrega a fama de ser o clube de futebol mais fascista do mundo.

Entre alguns posicionamentos dos torcedores da Lazio estão cantos racistas contra torcedores negros, críticas à diretoria por contratar jogadores de origem judia, proibição de presença feminina nos degraus de arquibancada mais próximas ao gramado e idolatria por um jogador que comemorou uma vitória fazendo um gesto eternizado pelo principal ditador da história da Itália.

Os ultras, apoiadores mais radicais do clube, e que realmente possuem envolvimento com grupos de extrema-direita, veneram aquele que consideram ser o torcedor mais ilustre do clube: Benito Mussolini.

Curiosamente, o pai do fascismo e comandante da Itália entre 1922 e 1943 não era tão fanático assim pela Lazio. Ele era tão torcedor do clube quanto do Bologna, da Roma (que, inclusive, ajudou a fundar) e de que qualquer outro time que lhe ajudou a utilizar o futebol como instrumento de propaganda do regime.

Mas nenhuma equipe abraçou tanto (e por tanto tempo) as ideias do ditador quanto a Lazio. Resultado: Mussolini virou sócio da equipe e passou a frequentar os jogos do clube, que só seria campeão nacional pela primeira vez em 1974, quase 30 anos após sua morte.

E o maior episódio dessa idolatria aconteceu já neste século. Em 2005, após uma vitória sobre a Roma, o ex-atacante Paolo di Canio, que sempre se declarou um admirador das ideias do ditador, festejou a vitória fazendo o "Saluto Romano", gesto tradicional adotado pelos fascistas em sinal de respeito ao "Duce".

O nome de Mussolini também aparece com alguma frequência em faixas exibidas pelos ultras da Lazio, torcedores que já foram punidos por usarem fotos de Anne Frank (criança judia que foi morta pelos nazistas e deixou um diário que se tornou best-seller global) para provocar a arquirrival Roma e incontáveis cânticos racistas.

7 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • marcia
    20/06/2022
    Nossa! Quanta falta de noticia. Porque não fala o que o presidente esta fazendo e entregando para o Brasil e os brasileiros
  • Lee Sant´ana
    20/06/2022
    O PORCO COMEDOR DE FAROFA QUE É O SATANÁS EM PESSOA E O SEU GRUPO DE QUADRILHEIROS QUE OCUPAM O CONGRESSO NACIONAL ESTÃO A MAIS DE 3 ANOS LEGISLANDO EM BENEFICIO PRÓPRIO, ORGANIZANDO MOTOCIATAS, PASSEIOS DE JETSKI, FAZENDO CAIXA 2 COM DINHEIRO PÚBLICO (ORÇAMENTO SECRETO), DESVIANDO E ROUBANDO DINHEIRO PÚBLICO, AUMENTANDO FUNDO ELEITORAL PARA R$ 5 BILHÕES AO INVÉS DE SE PREOCUPAREM COM O PAÍS E AGORA O PIOR VERME DO MUNDO VEM A PÚBLICO DIZER QUE QUEM ESTA MERGULHANDO O PAÍS NO CAOS É A PETROBRAS. ISSO É O CÚMULO DA CARA DE PAU !!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKK !!!!!!! SAI DE RETRO SATANÁS !!!!! KKKKKKKKKKKKKKK !!!!!!
  • Lee Sant´ana
    20/06/2022
    É ISSO AI MEU POVO, SIGAM O MESTRE O PORCO COMEDOR DE FAROFA QUE É O SATANÁS EM PESSOA E NAO COMPREM FEIJÃO, COMPREM FUZIL E FAÇAM ARMINHA QUE A FOME PASSA, O PREÇO DA GASOLINA E DA ENERGIA ELETRICA NÃO VAI AUMENTAR KKKKKKKKKKKKK !!!!!! SAI DE RETRO SATANÁS !!!!!! KKKKKKKKKKKKKKK !!!!!!!!
  • Lee Sant´ana
    20/06/2022
    ISSO É TÃO VAGABUNDO QUE ATIRA PARA TUDO QUANTO É LADO E É TÃO FAMILIA E RELIGIOSO QUE NÃO ESTÁ NEM AI COM OS MAIS POBRES !!!!!! RESUMINDO ELE NÃO APRENDEU NADA COM O DEUS QUE ELE DIZ QUE TANTA VENERA !!!!!!! SAI DE RETRO SATANÁS !!!!!! KKKKKKKKKK
  • Antonio Carlos
    20/06/2022
    É sério isso GCN? Sou #foraBolsonaro, mas essa notícia é de um nível tão baixo que nunca achei que o jornal de nossa cidade chegaria. Uma não notícia, o futebol é globalizado e esse tipo de alegação não cabe mais. O John Textor acabou de se tornar sócio Majoritário da Lazio, então quer dizer que ele é facista? Ele também é dono do Botafogo, quer dizer então que o Botafogo também é facista? Tenham compromisso com a verdade, já basta esse tanto de fake News que esse presidente de bosta solta, agora vocês terem esse tipo de postura. Honrem o título de Jornal poxa.
  • Lee Sant´ana
    21/06/2022
    O PORCO COMEDOR DE FAROFA QUE É O SATANÁS EM PESSOA FINGE NÃO ENTENDER QUE A CRISE É ELE PRÓPRIO KKKKKKKKKKKKK !!!!! SAI DE RETRO SATANÁS !!!! KKKKKKKKKKKK
  • Mario
    21/06/2022
    O típico dog whistle e o jornalismo ainda cai na armadilha.