TRAGÉDIA

TRAGÉDIA

Rapaz morre ao pular de trampolim de 10 m em piscina de clube em Goiânia

Rapaz morre ao pular de trampolim de 10 m em piscina de clube em Goiânia

Ele e um amigo teriam aceitado um desafio e entraram na área restrita para competições de saltos ornamentais. Os dois chegaram a ser advertidos por um segurança.

Ele e um amigo teriam aceitado um desafio e entraram na área restrita para competições de saltos ornamentais. Os dois chegaram a ser advertidos por um segurança.

Por | 25/06/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Por
da Folhapress

25/06/2022 - Tempo de leitura: 1 min

Reprodução/TV Anhanguera

Clube Sesi (Serviço Social da Indústria) de Goiânia, local da tragédia

Um rapaz de 24 anos morreu ao pular de um trampolim de 10 metros de altura em uma piscina de um clube em Goiânia (GO), na tarde de sexta-feira, 24. Ele e um amigo teriam aceitado um desafio e entraram na área restrita para competições de saltos ornamentais do clube Ferreira Pacheco.

Segundo frequentadores do clube Sesi (Serviço Social da Indústria) Ferreira Pacheco os amigos aparentavam estar alcoolizados. Os dois estavam no centro de lazer e chegaram a ser advertidos por um segurança. Mais tarde, eles pularam uma grade que isola a piscina de treinamentos e subiram no trampolim.

Um dos rapazes pulou de uma altura de 10 metros. Ele foi retirado da piscina e o salva-vidas tentou reanimá-lo, com a ajuda de bombeiros, mas não resistiu e morreu no local.

A assessoria de imprensa do Sesi Ferreira Pacheco foi procurada pela reportagem e até a publicação da matéria não havia se manifestado.

Um rapaz de 24 anos morreu ao pular de um trampolim de 10 metros de altura em uma piscina de um clube em Goiânia (GO), na tarde de sexta-feira, 24. Ele e um amigo teriam aceitado um desafio e entraram na área restrita para competições de saltos ornamentais do clube Ferreira Pacheco.

Segundo frequentadores do clube Sesi (Serviço Social da Indústria) Ferreira Pacheco os amigos aparentavam estar alcoolizados. Os dois estavam no centro de lazer e chegaram a ser advertidos por um segurança. Mais tarde, eles pularam uma grade que isola a piscina de treinamentos e subiram no trampolim.

Um dos rapazes pulou de uma altura de 10 metros. Ele foi retirado da piscina e o salva-vidas tentou reanimá-lo, com a ajuda de bombeiros, mas não resistiu e morreu no local.

A assessoria de imprensa do Sesi Ferreira Pacheco foi procurada pela reportagem e até a publicação da matéria não havia se manifestado.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.