MISTÉRIO

MISTÉRIO

Jovem agredida dentro de carro está desaparecida, denuncia família

Jovem agredida dentro de carro está desaparecida, denuncia família

Segundo o Boletim de Ocorrência, a família de Kimberly Ives de Oliveira, 18, disse que o ex-namorado da jovem entrou na casa onde ela estava, armado, e a sequestrou.

Segundo o Boletim de Ocorrência, a família de Kimberly Ives de Oliveira, 18, disse que o ex-namorado da jovem entrou na casa onde ela estava, armado, e a sequestrou.

Por Kaique Castro | 29/06/2022 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

Por Kaique Castro
da Redação

29/06/2022 - Tempo de leitura: 2 min

Reprodução

Agressões dentro de carro foram filmadas na avenida Alonso y Alonso

A família da jovem Kimberly Ives de Oliveira, de 18 anos, procurou a Polícia Civil na noite desta terça-feira, 28, para registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento. Segunda a família, a jovem é quem aparece sendo agredida dentro de um Fox.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Kimberly estava na casa de sua amiga, no Centro de Franca, desde a noite da segunda-feira, 27, depois que descobriu que seu namorado Luís Fernando Messias estaria a procurando desde a noite anterior.

“Ela já tinha ficado aqui em casa alguns dias, e pediu para dormir aqui na segunda-feira. Quando foi na hora do almoço, ele entrou na minha casa, armado, e agredindo a Kimberly. Ele ainda ameaçou minha filha: ‘Vou matar a Kimberly e vou te matar na frente da sua mãe”, contou Michele da Silveira, dona da casa onde a jovem teria passado a noite.

Ainda segundo Michele, sua filha informou que Luís Fernando teria colocado uma arma na cabeça da namorada e a forçado a entrar no Fox.

A Polícia Civil registrou que a mãe de Kimberly reconheceu o veículo que aparece em vídeos nas redes sociais, mostrando o motorista dando socos na passageira.

“Ela já tinha visto ele com esse carro, na porta da casa dela. Ele também tinha algumas fotos com esse veículo. A mãe já tinha visto ela sendo agredida, mas nunca tinha feito um boletim, por receio”, continuou Michele.

Os vídeos na avenida Alonso y Alonso são os últimos registros de Kimberly que a família tem. Desde então, eles não têm informações sobre seu paradeiro.

“Nós não temos noção de onde eles possam estar. Ela mandou mensagem para minha filha, pelo Facebook dele, falando que está tudo bem, mas não está. Ele a forçou a mandar mensagem. Ele está armado”, finalizou a mãe da amiga.

Desde o momento em que o vídeo circulou, a Polícia Militar e Civil foram notificadas. Buscas na cidade foram feitas, mas até o momento ninguém foi localizado.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Kimberly pode acionar o 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil) ou 181 (Disque-Denúncia).

A família da jovem Kimberly Ives de Oliveira, de 18 anos, procurou a Polícia Civil na noite desta terça-feira, 28, para registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento. Segunda a família, a jovem é quem aparece sendo agredida dentro de um Fox.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Kimberly estava na casa de sua amiga, no Centro de Franca, desde a noite da segunda-feira, 27, depois que descobriu que seu namorado Luís Fernando Messias estaria a procurando desde a noite anterior.

“Ela já tinha ficado aqui em casa alguns dias, e pediu para dormir aqui na segunda-feira. Quando foi na hora do almoço, ele entrou na minha casa, armado, e agredindo a Kimberly. Ele ainda ameaçou minha filha: ‘Vou matar a Kimberly e vou te matar na frente da sua mãe”, contou Michele da Silveira, dona da casa onde a jovem teria passado a noite.

Ainda segundo Michele, sua filha informou que Luís Fernando teria colocado uma arma na cabeça da namorada e a forçado a entrar no Fox.

A Polícia Civil registrou que a mãe de Kimberly reconheceu o veículo que aparece em vídeos nas redes sociais, mostrando o motorista dando socos na passageira.

“Ela já tinha visto ele com esse carro, na porta da casa dela. Ele também tinha algumas fotos com esse veículo. A mãe já tinha visto ela sendo agredida, mas nunca tinha feito um boletim, por receio”, continuou Michele.

Os vídeos na avenida Alonso y Alonso são os últimos registros de Kimberly que a família tem. Desde então, eles não têm informações sobre seu paradeiro.

“Nós não temos noção de onde eles possam estar. Ela mandou mensagem para minha filha, pelo Facebook dele, falando que está tudo bem, mas não está. Ele a forçou a mandar mensagem. Ele está armado”, finalizou a mãe da amiga.

Desde o momento em que o vídeo circulou, a Polícia Militar e Civil foram notificadas. Buscas na cidade foram feitas, mas até o momento ninguém foi localizado.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Kimberly pode acionar o 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil) ou 181 (Disque-Denúncia).

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • soyers
    29/06/2022
    Se o Copom fosse na cidade teria pegado esse fdp em flagrante....