APOIO

APOIO

Gabriel, filho de Astrid Fontenelle, escreve carta para Titi e Bless

Gabriel, filho de Astrid Fontenelle, escreve carta para Titi e Bless

A apresentadora Astrid Fontenelle contou que seu filho, Gabriel, 14, pediu para enviar uma mensagem a Titi e Bless, que foram vítima de racismo no último sábado, em Portugal.

A apresentadora Astrid Fontenelle contou que seu filho, Gabriel, 14, pediu para enviar uma mensagem a Titi e Bless, que foram vítima de racismo no último sábado, em Portugal.

Por | 01/08/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Por
da Folhapress

01/08/2022 - Tempo de leitura: 1 min

Reprodução/Instagram

Gabriel Fontenelle disse às crianças que 'a cor da pele não define nada além da sua beleza'.

A apresentadora Astrid Fontenelle, que estava no Encontro com Patrícia Poeta nesta segunda-feira, 1º, contou que seu filho, Gabriel, 14 anos, pediu para enviar uma mensagem a Titi e Bless, filhos de Bruno Gagliasso que foram vítima de racismo no último sábado, em Portugal.

Eles estavam com a família em um restaurante, em uma praia do país europeu, quando uma mulher xingou as crianças e um grupo de angolanos que estavam lá, chegando a mandá-los "de volta para a África". Mãe das crianças, Giovanna Ewbank enfrentou a agressora, enquanto Gagliasso chamava a polícia.

Astrid contou que mandou a carta para Gagliasso e que, segundo ele, foi o momento em que conseguiu chorar. "No final, ele terminou dizendo que a cor da pele não define nada além da sua beleza." Ela relembrou ainda que o filho também foi vítima de racismo ao ser confundido com funcionário de um local que visitava com a mãe.

Gagliasso disse que o mais difícil foi conversar com os filhos após o episódio. "O mais doloroso foi chegar em casa, tomar banho e ter que conversar com eles sobre isso. Foi o que mais mexeu com a gente como pais. Contar o por que isso aconteceu e que existem pessoas assim."

A apresentadora Astrid Fontenelle, que estava no Encontro com Patrícia Poeta nesta segunda-feira, 1º, contou que seu filho, Gabriel, 14 anos, pediu para enviar uma mensagem a Titi e Bless, filhos de Bruno Gagliasso que foram vítima de racismo no último sábado, em Portugal.

Eles estavam com a família em um restaurante, em uma praia do país europeu, quando uma mulher xingou as crianças e um grupo de angolanos que estavam lá, chegando a mandá-los "de volta para a África". Mãe das crianças, Giovanna Ewbank enfrentou a agressora, enquanto Gagliasso chamava a polícia.

Astrid contou que mandou a carta para Gagliasso e que, segundo ele, foi o momento em que conseguiu chorar. "No final, ele terminou dizendo que a cor da pele não define nada além da sua beleza." Ela relembrou ainda que o filho também foi vítima de racismo ao ser confundido com funcionário de um local que visitava com a mãe.

Gagliasso disse que o mais difícil foi conversar com os filhos após o episódio. "O mais doloroso foi chegar em casa, tomar banho e ter que conversar com eles sobre isso. Foi o que mais mexeu com a gente como pais. Contar o por que isso aconteceu e que existem pessoas assim."

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.