COVARDIA

COVARDIA

Cavalo é agredido a facadas por ‘não aguentar’ subir serra em Pedregulho

Cavalo é agredido a facadas por ‘não aguentar’ subir serra em Pedregulho

Segundo relatos, um rapaz estava com o cavalo na Cavalgada de Rifaina, no último domingo, e o agrediu por não aguentar mais andar; as imagens chocantes têm repercutido na região.

Segundo relatos, um rapaz estava com o cavalo na Cavalgada de Rifaina, no último domingo, e o agrediu por não aguentar mais andar; as imagens chocantes têm repercutido na região.

Por Heloísa Taveira | 02/08/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Por Heloísa Taveira
da Redação

02/08/2022 - Tempo de leitura: 1 min

Reprodução/Redes Sociais

Cavalo foi agredido no último domingo

Imagens fortes de um cavalo ensanguentado têm gerado revolta em toda a região. Segundo relatos, um rapaz que estava com o cavalo no último domingo, 31, o agrediu com facadas na cabeça. Isso porque o animal não teria aguentado subir uma serra.

O caso aconteceu depois de uma cavalgada que aconteceu em Rifaina para encerrar a festa de peão na cidade. A pessoa que fez as agressões seria um menor de idade, morador de Alto Porã, que foi com o cavalo ao evento. Ao retornar, segundo os vídeos, teria machucado o animal, já que ele “não aguentou subir” a serra no caminho de volta ao distrito de Pedregulho.

Segundo a Polícia Ambiental, duas ocorrências de maus tratos foram registradas no último fim de semana. O primeiro contra um burro, sob alegação de que o proprietário estaria “domando” o animal. O segundo, sobre o cavalo ferido. A Polícia Ambiental afirmou que vai adotar as medidas administrativas já nesta terça-feira, 2, e tentar localizar o autor das agressões.

Imagens fortes de um cavalo ensanguentado têm gerado revolta em toda a região. Segundo relatos, um rapaz que estava com o cavalo no último domingo, 31, o agrediu com facadas na cabeça. Isso porque o animal não teria aguentado subir uma serra.

O caso aconteceu depois de uma cavalgada que aconteceu em Rifaina para encerrar a festa de peão na cidade. A pessoa que fez as agressões seria um menor de idade, morador de Alto Porã, que foi com o cavalo ao evento. Ao retornar, segundo os vídeos, teria machucado o animal, já que ele “não aguentou subir” a serra no caminho de volta ao distrito de Pedregulho.

Segundo a Polícia Ambiental, duas ocorrências de maus tratos foram registradas no último fim de semana. O primeiro contra um burro, sob alegação de que o proprietário estaria “domando” o animal. O segundo, sobre o cavalo ferido. A Polícia Ambiental afirmou que vai adotar as medidas administrativas já nesta terça-feira, 2, e tentar localizar o autor das agressões.

10 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • aline
    02/08/2022
    O correto a meu ver, era colocar esse menor (vagagundo) de quatro e lhe dar as devidas correiadas na mesma proporção que ele fez com o cavalo.
  • JEFFERSON
    02/08/2022
    TEM QUE PEGAR ESSE MENOR E MOSTRAR PRA ELE O PE DE CAFE
  • Sultão do Suingue
    02/08/2022
    Concordo com a nobre conterranea Aline, acho que nestes casos, a solução seria colocar o meliante de quatro, montar nele na subida da presidente vargas sentido cemitério e ir açoitando ele nas nádegas com um chicote de espinhos até que ele peça para parar. Quando pedir para parar, continuar por aproximadamente 72hrs.
  • henrique
    02/08/2022
    Infelizmente no meio do pessoal que gosta da vida no campo tem alguns \"peoes de fim de semana\" e cabecas de bagre que acreditam que o animal nao tem limitacoes, sejam fisicas ou de temperamento. Um garoto jovem deste jeito fazer uma palhacada com uma criacao, provavelmente o mesmo devia estar alcoolizado (pratica comum.nestas festas de peao, cavalhadas etc) e total despreparo para lidar com a criacao. Espero que o animal sobreviva e se recupere desta atrocidade.
  • ANA PAULA ANDRADE FREITAS
    02/08/2022
    E impressionante como pode existir pessoa assim, e o cavalo continua com um vagabundo deste, deve ter espancado ainda mais
  • Kayla Suellen
    02/08/2022
    Que horror
  • José Pereira
    02/08/2022
    Menor vagabundo porrada até falar chega tem que apanhar muito.
  • Cristiane da Silva Gomes
    03/08/2022
    Sempre falei que acho ridículo essa nova modinha chamada \"agroboy\" de meninos que nem sabem limpar a bunda andando por aí com cavalos . Eu mesma já denunciei várias vezes , mas a polícia fez alguma coisa? Não!!! Vou começar a mandar na mídia, só assim para fazer alguma coisa e mesmo se fizerem, o que fazem é pouco. Acho que os direitos e defesa dos animais ainda está muito fraco, a polícia mesmo faz pouco caso. Devia mesmo era proibir menores de idade a andar e ter pose de animais de grande porte, como um cavalo. Eles não tem noção de como é cuidar desses animais e a maioria nem quer aprender, para ter pose de um animal, deveria participar de um curso preparatório e depois sim ser aprovado se for maior de idade.
  • luan
    03/08/2022
    DESGRAÇADO DEVERIA SER FUZILADO EM PRAÇA PUBLICA
  • Maria Helena de OliveiraViana
    04/08/2022
    Indignada. Meu Deus como pode existir monstros dessa natureza. Coitadinho do cavalo, que ficou o dia todo na rua andando de um lado para outro, cansado, ainda o cara fazer uma coisa dessas. Muito indinada.