MORTE

MORTE

Morre entregador que bateu moto em caminhão betoneira no Centro de Franca

Morre entregador que bateu moto em caminhão betoneira no Centro de Franca

O entregador Kleiton Eurípedes Figueiredo, 38 anos, bateu a moto na lateral de caminhão betoneira que realizava uma conversão. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu horas depois.

O entregador Kleiton Eurípedes Figueiredo, 38 anos, bateu a moto na lateral de caminhão betoneira que realizava uma conversão. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu horas depois.

Por Kaique Castro | 06/08/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Por Kaique Castro
da Redação

06/08/2022 - Tempo de leitura: 1 min

Reprodução

Motoqueiro Kleiton Eurípedes Figueiredo era casado e deixa uma filha de apenas 2 meses

Morreu na noite desta sexta-feira, 5, na Santa Casa de Franca, o entregador Kleiton Eurípedes Figueiredo, 38 anos, que se envolveu em um grave acidente de trânsito à tarde no cruzamento das ruas Batatais e Couto Magalhães, no Centro de Franca.

Kleiton sofreu ferimentos gravíssimos na perna e no abdômen, após bater na lateral de um caminhão betoneira.

O motorista do caminhão, Luiz César da Silva, de 55 anos, afirma que seguia na rua Batatais no sentido Estação ao Centro, quando sinalizou para fazer a conversão na Couto Magalhães.

Em seguida, Kleiton, que seguia logo atrás do caminhão, por motivos a serem esclarecidos, bateu na lateral do veículo. Com o impacto, o motoqueiro foi arremessado para baixo do caminhão e foi arrastado por alguns metros.

"Dei a seta, e ele já entrou. Dirijo há mais de 30 anos, este foi meu primeiro acidente. Tomara que fique tudo bem com o rapaz", disse o motorista do caminhão logo após o acidente.

O entregador foi socorrido inicialmente por um bombeiro que estava em uma clínica médica em frente ao local do acidente e que realizou os primeiros socorros.

Em seguida, ele foi levado até a Santa Casa de Franca pelo Resgate do Corpo de Bombeiros, em estado grave. Kleiton estava consciente, mas tinha um ferimento muito grande e aberto na região lateral do abdômen e na perna.

O entregador passou por atendimento médico, mas devido à gravidade das lesões, acabou não resistindo. O corpo do rapaz deverá ser sepultado e velado neste sábado, 6. Os horários e locais não foram definidos.

Um grupo de entregadores está programando uma homenagem ao motoqueiro, que era casado e deixa uma filha de apenas 2 meses.

Morreu na noite desta sexta-feira, 5, na Santa Casa de Franca, o entregador Kleiton Eurípedes Figueiredo, 38 anos, que se envolveu em um grave acidente de trânsito à tarde no cruzamento das ruas Batatais e Couto Magalhães, no Centro de Franca.

Kleiton sofreu ferimentos gravíssimos na perna e no abdômen, após bater na lateral de um caminhão betoneira.

O motorista do caminhão, Luiz César da Silva, de 55 anos, afirma que seguia na rua Batatais no sentido Estação ao Centro, quando sinalizou para fazer a conversão na Couto Magalhães.

Em seguida, Kleiton, que seguia logo atrás do caminhão, por motivos a serem esclarecidos, bateu na lateral do veículo. Com o impacto, o motoqueiro foi arremessado para baixo do caminhão e foi arrastado por alguns metros.

"Dei a seta, e ele já entrou. Dirijo há mais de 30 anos, este foi meu primeiro acidente. Tomara que fique tudo bem com o rapaz", disse o motorista do caminhão logo após o acidente.

O entregador foi socorrido inicialmente por um bombeiro que estava em uma clínica médica em frente ao local do acidente e que realizou os primeiros socorros.

Em seguida, ele foi levado até a Santa Casa de Franca pelo Resgate do Corpo de Bombeiros, em estado grave. Kleiton estava consciente, mas tinha um ferimento muito grande e aberto na região lateral do abdômen e na perna.

O entregador passou por atendimento médico, mas devido à gravidade das lesões, acabou não resistindo. O corpo do rapaz deverá ser sepultado e velado neste sábado, 6. Os horários e locais não foram definidos.

Um grupo de entregadores está programando uma homenagem ao motoqueiro, que era casado e deixa uma filha de apenas 2 meses.

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Rosane
    06/08/2022
    Muito triste isso. Os mototaxistas estão sofrendo muito com esse trânsito. E com cobrança constante de terem que chegar rápido no local da entrega.
  • Jesuino Salgado
    07/08/2022
    Toda as vezes que eu dirijo no trânsito dessa cidade eu me impressiono com a educação e o urbanismo dos seus usuários, trânsito ordeiro e civilizado igual o de Franca não existe, nem na Suíça os motoristas são tão bons assim. Dúvida?, então de uma voltinha de carro lá pelos lados do Distrito Industrial às 17,30 pra ver que maravilha, parece Zurique.