INVESTIGAÇÃO

INVESTIGAÇÃO

Polícia Civil prende 2 funcionários da CPFL acusados de furtar fios de cobre da empresa

Polícia Civil prende 2 funcionários da CPFL acusados de furtar fios de cobre da empresa

Funcionários moradores em Itirapuã e Patrocínio furtavam produtos de almoxarifado da companhia. Durante esta quinta-feira, 11, eles foram presos com fios de cobre em suas casas.

Funcionários moradores em Itirapuã e Patrocínio furtavam produtos de almoxarifado da companhia. Durante esta quinta-feira, 11, eles foram presos com fios de cobre em suas casas.

Por Kaique Castro | 12/08/2022 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Por Kaique Castro
da Redação

12/08/2022 - Tempo de leitura: 1 min

WhatsApp/GCN

Funcionários da CPFL foram presos em flagrante com fios furtados da empresa

Dois funcionários da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) foram presos pelos agentes da SIG (Setor de Investigações Gerais) nesta quinta-feira, 11, acusados de furtar fios de cobre do almoxarifado da companhia.

De acordo com a Polícia Civil, os funcionários da empresa começaram a notar que os materiais estavam sumindo do local. Um boletim de ocorrência foi registrado.

Durante as investigações, os policiais comandados pelo delegado Eduardo Lopes Bonfim chegaram até dois homens, moradores em Itirapuã e Patrocínio Paulista.

Nessa quinta-feira, os policiais realizaram uma campana e abordaram os dois homens no momento que eles saíam da empresa. Os dois funcionários estavam com duas mochilas cheias de fios, quando foram abordados.

Os suspeitos informaram que venderiam os fios em um ferro-velho. Eles foram presos em flagrante e encaminhados para a Cadeia Pública do Jardim Guanabara.

O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil, que busca identificar os receptadores dos fios.

Dois funcionários da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) foram presos pelos agentes da SIG (Setor de Investigações Gerais) nesta quinta-feira, 11, acusados de furtar fios de cobre do almoxarifado da companhia.

De acordo com a Polícia Civil, os funcionários da empresa começaram a notar que os materiais estavam sumindo do local. Um boletim de ocorrência foi registrado.

Durante as investigações, os policiais comandados pelo delegado Eduardo Lopes Bonfim chegaram até dois homens, moradores em Itirapuã e Patrocínio Paulista.

Nessa quinta-feira, os policiais realizaram uma campana e abordaram os dois homens no momento que eles saíam da empresa. Os dois funcionários estavam com duas mochilas cheias de fios, quando foram abordados.

Os suspeitos informaram que venderiam os fios em um ferro-velho. Eles foram presos em flagrante e encaminhados para a Cadeia Pública do Jardim Guanabara.

O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil, que busca identificar os receptadores dos fios.

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • José Menezes alves
    12/08/2022
    Agora e\' só ir no Romirdao....
  • Belchior De Melo Santos
    12/08/2022
    brincadeira,os caras tem emprego,salário e trabalham em uma grande empresa e vai inventar de furtar fio!?? tenha dó né, tantos precisando de emprego! é verdadeiro também que tem empresa que \"parece que escolhe\" esses tipos de funcionários!!!